Como funciona o transporte público de Toronto

Apesar de não ser perfeito e ficar bem lotado em determinados horários, o sistema de transporte público de Toronto, chamado de TTC, foi votado como o melhor da América do Norte pela APTA em 2017. Sem dúvida se você estiver no centro da cidade essa é a melhor forma de se locomover porque estacionamento é caríssimo e o trânsito está sempre engarrafado.

Toronto conta com 3 meios de transporte, ônibus, metrô e streetcar (bonde elétrico), que são interligados facilitando muito a vida de quem precisa usar. Para quem não conhece, a coisa toda parece meio confusa mas na verdade não é tão difícil assim. Nesse post vou tentar resumir para vocês como funciona.

Primeiro passo: baixe um aplicativo no celular

Sem dúvida o melhor conselho que posso dar é para você baixar um aplicativo no seu celular que irá te ajudar a andar em Toronto como se já conhecesse tudo. Os aplicativos podem traçar todo o seu itinerário de acordo com o endereço de partida e destino, informar o horário do próximo ônibus, se existe algum atraso no metrô, etc. Alguns dos mais conhecidos são:

O Triplinx é o aplicativo oficial do TTC e ele mostra todo o sistem de transporte em Toronto e cidades vizinhas.

Tipos de transporte e horários

Ônibus


Toronto possui mais de 140 rotas de ônibus, que operam entre 6am e 1am todos os dias e a partir das 8am nos domingos. Algumas rotas operam a noite toda e elas são chamadas de Blue Line Network. O mapa completo com todas as rotas pode ser visualizado aqui.

Todos os ônibus tem ar condicionado, dispositivo para rebaixar a parte da frente facilitando a entrada de pessoas com dificuldade de locomoção, carrinhos de bebê e cadeirantes. Na parte da frente ainda tem um lugar para levar bicicletas. Nós geralmente embarcamos pela porta da frente, exceto em algumas rotas, onde é permitido embarcar em qualquer porta. Espere as pessoas descerem para entrar. O desembarque pode ser feito em qualquer porta.  Ah e não é preciso fazer sinal para o ônibus ou streetcar parar, se tiver gente no ponto eles param.

Streetcar

Transporte público de TorontoStreetcar modelo novo

O streetcar é o bondinho que anda nos trilhos em algumas ruas da cidade. No momento há dois tipos de bondes, um velho e um novo. Eles estão sendo subistituídos aos poucos pois é preciso trocar os trilhos. No total temos 11 rotas, sendo que a maioria delas opera 24 horas. Os carros antigos são apertados e não possuem ar condicionado nem dispositivo para facilitar a entrada de pessoas com dificuldade de locomoção. Os novos são mais compridos e amplos e ficam praticamente no mesmo nível da calçada.

Metrô

O metrô de Toronto funciona diariamente de 6am às 1:30am e a partir das 8am aos domingos. No total são 4 linhas de metrô e elas se conectam em alguns pontos.

  • Yonge-University Line: também chamada  Line 1 ou yellow line. Ela possui 38 estações e tem um formato de “U”. Ela opera so sentido norte-sul.
  • Bloor-Danforth Line: também chamada de Line 2 ou green line. Ela possui 31 estações no sentido leste-oeste.
  • Scarborough Line: também chamada de Line 3 ou blue line. Ela possui apenas apenas 6 estações e conecta Scarborough a linha 2.
  • Sheppard Line: também chamada de Line 4 ou purple line. Ela tem apenas 5 estações e opera no sentido leste-oeste.

No site do TTC você pode ver detalhes sobre cada estação como por exemplo se há elevadores, estacionamento, etc. Como referência para quem não conhece a cidade o “U” abaixo da linha verde é o centro de Toronto e as principais atrações turísticas da cidade estão nessa área ou próximo.

Para se localizar e saber a direção que o trem está indo, observer as placas de sinalização:

  • Westbound (indo para o oeste)
  • Eastbound (indo para o leste
  • Northbound (indo para o norte)
  • Southbound (indo para o sul)

Dentro do trem há um mapa com o nome das estações e uma gravação avisa qual será a próxima parada. Nos carros novos ela diz ainda que lado as portas irão abrir. “Doors will open on the right”, as portas irão abrir do lado direito de quem está olhando para a frente do trem.

Como funciona o sistema integrado e o transfer

No sistema integrado só precisamos pagar uma vez só, mesmo quando a viagem involve mais de um meio de transporte. Nesse caso pegamos um transfer, que é um papel marcando o horário e local onde você pagou a tarifa. Nos ônibus o motorista te entrega e no metrô é preciso pegar na máquina. O transfer pode ser usado para fazer conexão, numa viagem contínua mas não pode ser usado para voltar ao mesmo veículo que você desceu. Por exemplo, você está indo de ônibus no sentido leste-oeste, salta e pega outro no sentido norte-sul e depois entra no metrô. É preciso usar o transfer na mesma interseção que você desceu. O transfer tem validade de duas horas.

Para mim as principais desvantagens do sistema daqui são a tarifa é única, independente da distância percorrida, e o fato de não permitirem descer e retornar ao ônibus no mesmo sentido que estávamos indo, mesmo o ticket ainda estando dentro do tempo válido.

Tarifa

Para quem paga em dinheiro, a tarifa de transporte público em Toronto é de $3.25 para adultos e $2.10 para estudantes (13-19 anos) e idosos (mais de 65 anos). Crianças até 12 anos não pagam passagem em Toronto. No ônibus e streetcar antigo é preciso ter o valor exato da tarifa pois o motorista não dá troco. Quando cheguei aqui paguei o maior mico por causa disso.

Para quem usa o transporte público com mais frequência ou busca maneiras de economizar, vale a pena usar um dos passes oferecidos.

Passes e formas de economizar

Token:  uma moedinha que pode ser comprada nas estações de metrô. É preciso comprar no mínimo 3 e com elas a passagem do adulto fica por $3. Os estudentes e idosos podem comprar tickets de papel em grupos de 5 por $10.25 ($2.05 por passagem). Aos pouco eles estão tirando os tokens e os tickets de circulação e a ideia é fazer com que todos usem o PRESTO card.

PRESTO card: cartão recarregável, usado para pagar a tarifa. Quem usa o PRESTO, paga a tarifa de $3 (adulto) e $2.05 (idosos e estudantes). O PRESTO card custa $5 e pode ser comprado em uma das máquinas nas estações de metrô. Quem tem o PRESTO não precisa se preocupar com o transfer, basta encostar o cartão nas máquinas quando transferir de um veículo para outro. Num prazo de 2 horas, numa viagem contínua, será cobrada apenas uma passagem. O PRESTO card também pode ser usado para ter desconto no UP Express, trem que liga o aeroporto ao centro de Toronto, mais detalhes aqui.

Foto: Metrolinx

Day Pass: passe diário que custa $12.50. Ele dá direto a usar o sistema de transporte o dia todo, quantas vezes quiser. Nos fins de semanas e feriados 1 passe pode ser usado para 2 adultos e até 4 jovens até 19 anos. É preciso raspar a data, de acordo com o dia que você irá usar.

Weekly Pass: passe semanal que custa $43.75 (adultos) e $34.75 (idosos e estudantes) e é válido de segunda à domingo.

Metropass: passe mensal que custa $146.25 (adultos) e $116.75 (idosos e estudantes).

Todos os passes mencionados acima são vendidos no metrô, algumas lojas de conveniência e supermercados.

Máquina para comprar o Metropass e Weekly Pass

Fiscalização e multa

É importante sempre ter em mãos uma prova de que você pagou a passagem pois há agentes que inspecionam aleatoriamente dentro dos ônibus, streetcar e metrô. As vezes eles ficam também nos pontos de ônibus e inspecionam quem está desembarcando. São aceitas como prova de pagamento um transfer válido, um dos passes (diário, semanal ou mensal) e o PRESTO card. Quem não apresentar essa prova de pagamento está sujeito a multa de até $425.

Acho que é isso gente, se ficou alguma dúvida sobre o transporte público de Toronto, deixa um comentário aí embaixo.


Todos os valores do post são de abril de 2018. 

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

23 Resultados

  1. Fernanda disse:

    Olá, Livi! Estou programando uma visita a Toronto em setembro e seu post foi super útil.
    Mas fiquei com 2 dúvidas…
    1) Se eu utilizar um token como passagem e for abordada por um fiscal, como faço pra comprovar? Nos é dado algum recibo de compra pra esses casos?
    2) Estou indo com mais 2 pessoas. Podemos rachar o “pack” de 3 tokens (ficando 1 pra cada)?
    Abs

    • Livi disse:

      Oi Fernanda,

      O token são umas moedinhas então pode dividir sem problemas. Na hora que pagar a passagem, seja com dinheiro ou token é só pegar o transfer. Ele serve para mudar de transporte e também para comprovar que pagamos a passagem.
      Abs

  2. iel barbosa disse:

    Livi, quando me matricular no curso de inglês, devo ter a carteira para comprovar que sou estudante, ou somente teria a carteira se estivesse em College?

  3. iel barbosa disse:

    Baixei o Triplinx, já que é o oficial…Agora com relação a forma de pagar o transporte, creio que o PRESTO card, seja melhor.
    Massa as dicas….

  4. Tais Lucena de Aragao disse:

    Livi, com o metropass as passagens são ilimitadas durante o mês ou existe um limite de passagem no dia?

  5. Eveline disse:

    Não entendi muito bem a parte do transfer. Sempre q eu mudar de transporte, em uma mesma viagem, terei que pedir um transfer novo ou o primeiro transfer vale para todas as conexões seguintes?

  6. Eveline disse:

    Livi, existe no aeroporto algum ponto de venda de passe diário ou token? Pergunto isso, pois a gente não chega no país com dinheiro trocado e vc falou que o ônibus que parte do aeroporto só aceita o dinheiro trocado, pois não dá troco.

    • Livi disse:

      Oi Eveline,

      Minha recomendação para sair do aeroporto de transporte público é usando o trem Up Express. Tem máquina para comprar o bilhete deles. Quanto aos ônibus normal tem 2 máquinas no Terminal 1, na parte de dentro do aeroporto perto da saída R, que é onde o ônibus para. No terminal 3 eles vendem na Currency Exchange, que fica no térreo.

  7. Fábio Lima disse:

    Boa tarde Livi!! Este weekly pass, pode ser utilizado em todo o sistema do TTC , em que quantidades diária??

    • Livi disse:

      Oi Fábio,

      Vale para uso ilimitado no TTC durante 1 semana, começando na segunda e terminando no domingo, não é do dia que você compra, é da data que está nele. Então se você comprar na terça, só vai usar até domingo.

      Não vale para GO Trains e empresas de outras cidades.

  8. Ju on the hill disse:

    Livi, o Presto permite pagar tarifas semelhantes ao passe mensal? Bjs e obrigada pela atenção

  9. Mari Nadai disse:

    Oi, Livi, com que idade a criança começa a pagar o transporte público?

  10. Lilian disse:

    Oii Liv! Eu acabei de chegar a Toronto e fiquei perdidinha no metrô kkkkk mas esse seu post vejo na hora certa! Eu não entendi bem sobre não ser permitido usar o transfer para retornar ao mesmo veículo.. Bjos!

    • Livi disse:

      Oi Lilian,

      Vou tentar explicar melhor. Por exemplo se você está dentro do ônibus norte-sul e desce para comprar algo, não pode voltar no mesmo ônibus. Só pode pegar um leste-oeste, se ele passar na mesma interseção que você desceu.

      O mesmo vale para o metrô. Se você sair do sistema não pode retornar com o mesmo transfer. Tem que pagar novamente.

      Também não é permitido voltar no seu persurso. Se você estiver no ônibus em direção sul, não pode descer e pegar ele voltando para o norte. Dentro do metrô, se você errar a estação e ainda estiver dentro do sistema pode trocar mas se sair na catraca, já era.

      • Lilian disse:

        Entendiiii!!! Obrigada, Liv!!! Adoro os seus textos e dicas! Parece q vc advinha tudo o q preciso ler! 🙂 bjos!!

  11. Alessandra disse:

    Quando um estudante paga uma tarifa de 2,10 no ônibus, ele tem que apresentar algum documento ?

    • Livi disse:

      Se o estudante tiver até 15 anos não precisa, a partir de 16 sim. Veja detalhes aqui.

      Nem sempre eles pedem mas caso peçam é preciso ter. No caso de fiscalização, se o cara pedir, e não tiver a pessoa leva multa.

Deixe um Comentário