Maraú com crianças: de 4×4 pela península 

Maraú é muito mais do que Barra Grande e Taipu de Fora e há vários passeios legais que podemos fazer para conhecer a região. Então, como gostamos de aventura e não queríamos ficar só de barriga para cima na praia resolvemos fazer um tour da península.

Fechamos, no ponto de ônibus mesmo, com um dos motoristas que fazia transporte de Barra Grande para Taipu de Fora numa das caminhonetes 4×4. Ele pediu R$360 para passar o dia conosco e como achamos o valor um pouco alto ficamos perguntando a todo mundo pela rua se alguém queria ir e arranjamos um casal gente fina para repartir a conta. A outra opção seria alugar dois quadriciclos para o grupo, por R$250 cada, o que sairia bem mais caro (valores de janeiro/2015). Com o agravante que eles não tinham capacetes para as meninas, só para adultos.Marau

Saímos de Barra Grande e fizemos uma parada em Taipu de Fora para aproveitar um pouco mais da maré baixa. Fizemos um lanche por lá e seguimos por uma trilha beirando a costa. Nossa primeira parada foi num mirante, pertinho de Taipu. Como era preciso subir pelas pedras não deu para as meninas, então demos uma olhada na praia e ficamos proseando com um senhor simpático que vendia água de coco.

Marau-mirante1Marau-miranteMarau-taipu-de-fora

Seguindo em frente o caminho vai ficando bem arenoso e só de 4×4 mesmo para passar. Fizemos outra parada, desta vez para banho, na Lagoa Azul, que de azul só o nome mesmo. A água é bem quentinha e tranquila. Aqui tinha uma senhora vendendo bebidas e água de coco, aliás em cada ponto que paramos tinha alguém vendendo algo então comemos e bebemos o dia inteiro!

lagoa-azul1 lagoa-azul

Depois entramos na floresta para fazer a trilha das bromélias gigantes, algumas com mais de 1 metro de altura. O caminho é bem irregular e o carro foi sacudindo bastante, bem emocionante. Durante o passeio o motorista falou um pouco sobre cada lugar e o que os moradores estavam tentando fazer para preservar o meio ambiente.

bromelias-gigantes1 bromelias-gigantes

Mais uns saculejos e chegamos na Lagoa do Cassage, que é enorme! Nas margens tem um boteco que vende um pastel delicioso, além de outras coisas. Comprei também um geléia de cacau com pimenta que se soubesse que era tão gostosa tinha comprado mais.

lagoa-cassange

Enquanto o pessoal estava na lagoa fui andando pelo coqueiral até a praia. Diferente de Taipu, aqui no Cassange o mar é bem forte.

praia-cassange

A dona da pousada que ficamos sugeriu uma visita ao restaurante da Vovó Zezé, apelidado de casa do doce. Pedi ao guia para nos levar e foi totalmente diferente do que esperava. Pensei que vendiam doces em compotas mas na verdade é uma doceria mesmo, com tortas, bolos, sorvetes e outras gordices. A cocada de cacau artesanal é de comer rezando (em Barra Grande vende cocada em qualquer mercadinho mas de outros fabricantes). O restaurante fica em Saquaíra, no caminho para Barra Grande.casa-do-doce casa-do-doce1casa-do-doce2

A última praia que visitamos foi Algodões, que na maré baixa também tem piscinas naturais. O motorista nos levou para o Tikal Praia Bar, que nunca tinha ouvido falar mas é famoso pelas suas festas de Reveillon. O lugar é um paraíso! Tem lagoa, casa de massagem e o restaurante com lounge na beira da praia. Se não tivesse me acabado na casa do doce tinha comido algo por lá.

tikal

tikal-1tikal-2tikal-3Algodoes

A última parada do nosso tour foi no Morro do Farol, para ver o pôr do sol. Final perfeito para um dia como o que tivemos.

morro-do-farol-1

morro-do-farol

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Romulo disse:

    Caramba, cada lugar hein Livi? rapaz, q belezura!!! E a coragem de voltar pras terras geladas, com uma mordomia dessas? rs

Deixe um Comentário