Eu, você e a mídia social

Ontem assisti um video super legal, provavelmente você já deve ter visto pois ele está circulando em vários sites de mídia social. É um video que nos faz refletir sobre essa vida que levamos atualmente. Não é nenhum assunto novo, como esse post também não é. É assunto batido. É sobre nossa vida solitária e escrava da tecnologia. Pelo menos é assim que tenho me sentido ultimamente.

Tenho saudades do tempo em que fazíamos algo apenas por prazer, não para ter Ibope nos sites de mídia social e o nosso sucesso não era medido em número de curtidas e amigos virtuais.

Sinto falta do tempo que nossa vida não era uma competição ou um reality show. Atualmente não basta fazer, tem que mostrar o quanto você é capaz de fazer melhor que os outros. E aos outros cabe assistir e tentar atingir um meta impossível, ou entrar em depressão tentando.

Estou buscando um equilíbrio entre vida real e virtual. Já cortei alguns sites de mídia social da minha vida, como o Twitter por exemplo, mas ainda me sinto de uma certa forma obrigada a ter Facebook. Afinal parece ser a única forma de não ficar “sozinha”. Que ironia… Mas não estranhem se eu sumir de vez em quando, queridos amigos.

O mesmo vale para o blog. Sinto necessidade de escrever, é uma das coisas que faço por prazer. Mas não vou deixar de viver minha vida nem de ficar com minhas filhas. Então escrevo quando dá e pronto, sem cobranças.

Assisti o video e cheguei no fim com lágrimas nos olhos. Realmente não é assim que quero viver a minha vida. Vou usar a tecnologia a meu favor e não contra.

O video em questão é Look Up, de Gary Turk.

Imagem: Hiking Artist via Creative Commons

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

9 Resultados

  1. Fran disse:

    Não conhecia o vídeo. E adorei! Apesar de ser viciada em celular e redes sociais, me fez pensar… Sera que consigo viver sem isso? Realmente temos q focar em pessoas e momentos!

  2. Eu já estou em detox de internet e televisão desde que voltei ao Brasil. Em parte porque as notícias daqui são cada vez mais tristes. E juro, uma das coisas que mais me irritam é terminar um post e ter que anunciar em 8 mídias sociais. Só entrei no Facebook por causa do blog e acho que fiquei sem tempo para ler o que realmente me interessava na internet.
    Também não sou escrava, às vezes sumo, porque estou simplesmente vivendo! Essa coisa de ter que estar diariamente presente no Instagram, Facebook, Twitter, Google+, Fanpage, Pinterest …. é simplesmente uma loucura! Eu adoro a tecnologia. Mas uso a meu favor, e vc está certíssima, curtindo a vida.
    Curtir a vida é melhor que curtir no “feice”.
    bjs

    • Livi disse:

      Exatamente isso minha querida, a gente passa tanto tempo nas mídias sociais e nem consegue ler o que gosta. Simplesmente cansei.
      E essas notícias do Brasil são realmente desanimadoras, é por essas e outras que aqui não assistimo TV do Brasil. Beijos

  3. Ana disse:

    Eu ando pensando na mesma questão e já tem tempo. Em fevereiro fiz greve de 1 semana do Facebook, e olha, foi tão bom! Tenho que fazer outras duas porque é uma meta das minhas 101 coisas. Depois que voltei da greve, passei a usar o Facebook bem mais esporadicamente, sem o mesmo vício de antes. Aquela coisa que você tem que acompanhar a toda hora o que está acontecendo, enquanto está totalmente alheio ao mundo real ao seu redor – o que está nesse vídeo. Até apaguei o app do FB do meu celular.

    Semana passada apaguei a página do blog do Facebook. Não quero mais essa obrigação de ter que promover meus posts por lá. Quem acompanha o blog sabe o endereço. Cansei dessa promoção toda. É uma forma mesmo de resgatar o ato de blogar pelo simples ato de blogar, como você disse. Sem essa preocupação de seguidores, de ser melhor que o outro, de ter o blog mais visitado, super bombando de comentários (o que nunca aconteceu de fato, apesar de toda promoção no Facebook). O blog tem que ser feito pra gente, né? Sem a pretensão de agradar quem quer que seja além de nós mesmos. 🙂

    Adorei a reflexão. 🙂

    • Livi disse:

      Pois é Ana também já estou pensando faz tempo mas agora o copo encheu sabe. Já fiz tantas coisas depois que deixei o FB de lado, me sinto menos estressada e minha casa anda mais arrumada 😀
      Beijos

  4. Martha disse:

    Muito bom!!! A tecnologia é bacana, toda essa parada de mídia social, eu até uso, mas procuro o máximo não me sentir escrava disso e acho que tenho conseguido. Gosto de visitar pessoas, adoro conversar pessoalmente. Outro dia uma conhecida me falou que tinha 600 e tantos seguidores no instagram, e eu disse: E vc conhece e convive com todos eles? Não precisa nem comentar a resposta… Livi, vou entender perfeitamente quando vc sumir um pouco das mídias sociais, também faço isso… Quando vc quiser, puder escreve seus posts, é sempre uma leitura agradável e divertida… Bjs!!!

    • Livi disse:

      Obrigado pelo apoio Martha! Não pretendo deixar o blog de lado mas vou levando o barco e escrevendo sempre que puder. Quanto as mídias sociais, aí sim vou ficar meio em off por uns dias. Botei na cabeça que vou me dedicar a decoração da casa nas próximas semanas e tentar pôr em prática projetos que foram deixados de lado. Vai render assunto com certeza hahaha Mas prometo continuar respondendo todas as perguntas e comentários que me enviarem, mesmo no Facebook 🙂 Bjs

  5. ginapsi disse:

    Fiquei emocionada com esse vídeo.Será que estamos virando máquinas?Está na hora de abrir os olhos. As redes sociais conseguem “ligar”, mas são as pessoas que tem o poder de interagir um com o outro, cativando, conversando ou contando histórias, com mais detalhes.

    • Livi disse:

      Pois é mãe, muitas vezes deixamos de aproveitar tanta coisa pq estamos com a cara no computador. Contagem regressiva para sua chegada. Bjs

Deixe um Comentário