I am Canadian!

Estou em casa depois de 5 semanas maravilhosas ao lado da família no Brasil.  Me esbaldei que só! Foram dias de sol, sem aquele calor escaldante, muita praia, passeios e comidinhas deliciosas que a gente só come na terrinha da gente.  A reentrada na rotina é difícil mas é aqui que escolhi viver e me sinto bem em estar em casa, ainda mais agora que sou CANADIAN de papel passado! Chegamos dia 06 e dia 09 já fomos jurar lealdade à Rainha.

A cerimônia em si dura 1hr , mas o processo completo dura umas 2-3 hrs pois eles precisam conferir e recolher os documentos de imigrante de todos os novos cidadãos antes do juiz entrar para começar a cerimônia. Quando o juiz, também um imigrante naturalizado canadense, chega faz um discurso sobre o que é ser canadadense. Depois o juramento de cidadania e entrega do certificado de cidadão canadense. No fim da cerimônia todos cantam o hino nacional canadense, em inglês ou francês, dependendo da região onde moram.

Versão em Inglês

O Canada!
Our home and native land!
True patriot love in all thy sons command.
With glowing hearts we see thee rise,
The True North strong and free!
From far and wide,
O Canada, we stand on guard for thee.
God keep our land glorious and free!
O Canada, we stand on guard for thee.
O Canada, we stand on guard for thee.

Versão em Francês

Ô Canada!
Terre de nos aïeux,
Ton front est ceint de fleurons glorieux!
Car ton bras sait porter l’épée,
Il sait porter la croix!
Ton histoire est une épopée
Des plus brillants exploits.
Et ta valeur, de foi trempée,
Protégera nos foyers et nos droits.
Protégera nos foyers et nos droits.

Versão Bilíngue

O Canada!
Our home and native land
True patriot love in all thy sons command.
Car ton bras sait porter l’épée,
Il sait porter la croix!
Ton histoire est une épopée
Des plus brillants exploits.
God keep our land glorious and free!
O Canada, we stand on guard for thee.
O Canada, we stand on guard for thee

O meu juramento de cidadania foi especial, só eu e o juiz (esse aí da foto). Não participei da cerimônia, só o Jaime pois Sophia estava choramingando e tive que ficar do lado de fora com ela. No fim da cerimônia fui a sala do juiz e ele, de brincadeira, disse que eu teria que fazer o juramento em francês. Aceitei e jurei lealdade a Rainha da Inglaterra em francês, chique demais. O meu francês está enferrujado mas deu pro gasto. 🙂

The Oath of Citizenship

“I swear (or affirm) that I will be faithful and bear true allegiance to Her Majesty Queen Elizabeth II, Queen of Canada, Her Heirs and Successors, and that I will faithfully observe the laws of Canada and fulfil my duties as a Canadian citizen”.

Le serment de Citoyenneté

“Je jure fidélité et sincère allégeance à Sa Majesté la Reine Elizabeth Deux, Reine du Canada, à ses héritiers et successeurs et je jure d’observer fidèlement les lois du Canada et de remplir loyalement mes obligations de citoyen canadien”.

Depois ele voltou a sala de cerimônias para tirar fotos com os 75 novos cidadãos desse belo país gelado.

Não sei se consigo descrever em palavras o que essa cidadania representa para mim. Chegar aqui não foi fácil. O namoro com essa nação começou em 98, quando eu tinha apenas 19 anos. Eu e o Jaime, na época namorados, fizemos a loucura de jogar para alto nossos empregos na Bayer e viemos passar um tempo no Canadá pra juntar uma grana. Os dois sem lenço e documentos (literalmmente) trabalhando no que aparecia. Mas o tempo foi passando e nós cada vez mais in love com essa terra não queríamos mais ir embora. Tentamos nos tornar imigrantes pelos meios legais mas infelizmente, depois de muita luta, tivemos que ir embora em 2003. Não fomos deportados, mas tivemos que voltar para o Brasil quando nosso processo, na classe Humanitária, foi rejeitado. Perdemos uma batalha mas não a guerra.

Passamos um ano no Brasil meio que perdidos sem saber o que fazer da vida, queríamos voltar para o Canadá. Decidimos dar entrada no processo de imigração pela categoria Skilled Worker e depois de um castigo uma espera de quase 3 anos fomos aprovados. Nesse meio tempo construimos uma vida lá, afinal não podíamos ficar parados. Mais uma vez jogamos tudo para o alto para recomeçar a vida num mundo distante. No dia 7 de setembro de 2007 chegamos novamente no Canadá, pela porta da frente.

Essa cidadania é um prêmio por nossos sacrifícios e luta para conquistar tudo que temos hoje: nosso amor,  nossa casa, nossas filhas e uma vida digna.

No próximo post conto sobre as férias.

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

11 Resultados

  1. Olá, Parabéééééns que noticia boa!!
    É um sonho poder ser um cidadão desse país que você tanto amo néah??

    Eu posso imaginar!!!
    Quero muito ir para Torotono (mais com minha profissão não está na lista, tenho q procurar outra solução)

    Parabééééé´ns vcs merecem !!!!

    😀

    Abrç

    William

    • Livi disse:

      Oi William,
      Obrigado! É sim muita emoção se tornar cidadão depois de passar um monte de perrengues para chegar até aqui. Se sua profissão não está na lista busque outras opções para imigrar. Talvez um curso de pós na sua área seja o que vc precisa para abrir as portas do Canadá. Vi no seu blog que vc está vendo isso então boa sorte! Vamos trocando idéias e experiências. Abraço!

  2. Ana disse:

    Parabéns, Livi! Não sabia que vocês tinham ficado por aqui tanto tempo antes de virem como imigrantes! Que legal tua história! Semana que vem é nossa vez de afirmar lealdade à rainha! 🙂 Bjs!

  3. celmartin disse:

    Que emoção!!!! PARABÉNS!!! Isso é um bem para as pequerruchas, uma herança! querida estou muuuuuito feliz por vocês e o comentário do seu pai, só me fez admirar mais ainda essa família querida que vocês são! IUHUU!!!
    Vocês merecem todas as vitórias! kisses & bisous

  4. djamilagarcia disse:

    Olá Livi,
    Eu sou portuguesa e estou a pensar em emigrar. Gostaria de conversar um bocadinho contigo. Será que me podias enviar o teu e-mail? Obrigada.
    O meu e-mail é djamila.garcia@gmail.com.

  5. Jorge disse:

    Como convivemos um período juntos aí no meio desta luta e acompanhei a tristeza de voces dois quando não conseguiram este sonhado título de cidadania, lembrando de suas lágrimas ao se despedir de mim e de Jaime no Pearson e ao mesmo tempo tentando demonstrar firmeza na despedida, depois de meses de ansiedade e esperança por parte dos dois , sei o real significado desta cidadania para ambos e estou feliz por voces .
    Lembro das dificuldades de quando voce chegava já tarde depois de trabalhar na limpeza tanto de casas, foram diversas e de escritórios, dos trabalhos de Jaime como Taperman e depois como boardman, dos meus trabalhos em garagens e depois boardman e sempre pensando mais a frente. Uma bela estória que um dia deverão contar para Elena e Sophia para que elas tenham muito orgulho de voces.
    Oh! Canadá que doces saudades me traz.

    Beijos do pai com muito orgulho da minha garota e do filho que ganhei depois.
    Que Deus abençoe a voces quatro e a todos que aí estão.

  6. ginapsi disse:

    Parabéns a vocês pela importante conquista! Bem sei o quanto lutaram e ainda lutam para ter e dar uma vida digna às suas filhas.
    Congratulations! God be praised!
    Kisses,
    Mom

  7. Sami disse:

    Estou muito feliz por voces Liu sei bem o aignificado e a intensidade da emocao!Estou dando entrada no meu visto permanente e ja e um grande passo pra mim imagina uma cidadania?!
    Parabens pela conquista e muitas felicidades pra voce,Jaime e as Pimpolhas canadenses!!!!rs

Deixe um Comentário