New York, New York – A chegada

Viajamos para Nova York no fim de março. Estava duplamente ansiosa, primeiro iria visitar meu tio que não via a um tempão e segundo, iria conhecer uma das cidades que sempre sonhei e nunca deu certo de ir. A TPV, tensão pré viagem, era imensa!

Ao contrário do Brasil, toda a imigração para os EUA é feita ainda aqui no Canadá e a mala só é despachada se eles permitirem a nossa entrada. O oficial foi simpático e fez as perguntas básicas do tipo para onde você vai, aonde vai ficar, quanto tempo vai ficar. Fomos liberados sem problemas. Acho que o passaporte Canadense ajuda…

Chegamos no aeroporto de Newark no início da noite. Ver a cidade toda dourada foi um presente. Eu estava com a cara colada na janela para não perder nada. Se alguém viu deve ter pensado que eu nunca tinha viajado de avião.

O aeroporto é estranho, desembarcamos pela mesma porta de embarque. Tomei um susto quando vi meu tio nos esperando cheio de balões de boas vindas pois achava que ainda estava “dentro” mas na verdade já estava do lado de “fora”. Fiquei tão zonza que nem tirei foto. As esteiras ficam do lado de fora, perto da porta de saída. Ou seja, qualquer um pode entrar no lugar onde ficam as malas. Para um país paranóico com segurança achei que seria diferente. Aqui no Canadá é como no Brasil, desembarque, imigração, mala e saída. Enfim, irrelevante. Na minha cabeça só tocava “I want to be a part of it, New York, New York“, do Sinatra. Senti vontade de sair sapateando porta a fora.

Fomos do aeroporto direto para Manhattan! Nem conseguia acreditar que estava lá. Não sei explicar o fascínio que New York provoca em mim. Em Manhattan entramos num mar de taxis amarelos e a maré nos levou direto para Times Square.

De repente a noite virou dia e até Elena que estava quietinha no banco de trás não se conteve e gritou “Christmas!” (Natal). Não poderia descrever melhor.

Depois dessa prévia fomos para casa descansar pois estava tarde.

No próximo post o tour!

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. Ana disse:

    Que delicia, Livi! Eu fui em NY 2 vezes, ainda adolescente. Morro de vontade de voltar la, com a familia toda! Muito legal, ne?

  2. Sami disse:

    Vigi maria e eu aqui em cólicas pra saber detalhes da viagem….kkkkk
    Quem sabe na próxima eu não consiga ir também né?!

  3. celmartin disse:

    Menina, você não poderia ter descrito melhor! Chegar a Nova York dá mesmo vontade de sapatear! Imediatamente vem tudo na cabeça! Todos os filmes que foram rodados na cidade, todas as reportagens que a gente vê, as luzes de Times Square! Bateu uma saudade danada desse “lado do Atlántico”. Feliz de Elena que já estreou NY novinha! Meio atrasada, mas tõ acompanhando! kisses!

  4. ginapsi disse:

    Amei o post! Muita emoção, sonho realizado e ainda fez a felicidade de uma pessoa muito querida! Deus abençoe essa linda família. Bjs

  5. Jorge disse:

    Or any other place you see
    You feel that dancing fantasy – como diz a musica New York Rio Tóquio
    Muito feliz pelo seu sonho realizado
    Beijos

Deixe um Comentário