Bruce Peninsula: hiking e paisagens deslumbrantes

Tobermory é uma pequena vila que fica a 300km noroeste de Toronto. É ponto de partida para quem quer explorar os encantos da região de Bruce Peninsula e Manitoulin Island. Por causa dos parques nacionais, florestas e água cristalina é um destino popular para quem gosta de acampar, pescar, mergulhar e fazer hiking.

image

A nossa viagem de carro até lá durou 4 horas, contando as paradinhas no caminho. Como saímos bem cedo, chegamos lá na hora do almoço e ainda deu para aproveitar o resto do dia.

Lion’s Head

É uma pequena cidade no caminho para Tobermory. Tem um farol, marina, praia tranquila, trilhas para o mirante no alto da montanha e plataforma com telescópios para observar as estrelas.

P1020657 P1020660

Flowerpot Island

Nosso primeiro passeio foi para uma ilha de 2 quilômetros quadrados, parte do Fathom Five National Marine Park, no lago Huron. O parque marinho abriga 21 ilhas e 22 navios naufragados, no caminho para a Flowerpot Island dá para ver dois deles, os outros só mergulhando. Duas formações rochosas em formato de vasos de planta dão nome ao lugar.

_NIK0288

Em Tobermory há duas empresas que oferecem o passeio de barco para lá, a Bruce Anchor e a Blue Heron. Você pode escolher com ou sem os navios naufragados, ao redor da ilha e descer lá ou não. Minha dica é fazer tudo e no barco mais alto, que é da empresa Blue  Heron. Nós fomos num jetboat porque era o único disponível e como o barco é baixo não deu para ver direito os barcos naufragados.

P1020420

_NIK0311

Descemos na ilha e ficamos duas horas e meia explorando. Na entrada tem um mapa das trilhas com indicação de dificuldade de cada uma. A trilha mais comum, até as pedras flowerpots é fácil e de chão batido. Só no fim que é preciso descer escadas e passar num caminho mais íngrime até a beira da água.

image

Mapa: Georgian Bay Tourism

Dali você pode voltar ou seguir até a gruta e o farol. Nesse pedaço a trilha tem dificultade moderada pois o chão é irregular com escadas para subir e descer. Seguimos o caminho até o farol, as pimpolhas reclamaram um pouco e tiveram que ser carregadas em alguns trechos mas tudo certo. A vista valeu todo o esforço!

image

P1020456P1020458 P1020463

Não fizemos as outras duas trilhas pois eram bem difíceis, a Loop Trail vai por cima da montanha e a Marl Trail por dentro da mata até um lago alaranjado.

O que você precisa saber

  • Para entrar na ilha paga-se $5,80 por adulto ou $14.50 por família, além do preço do barco. O passe é válido por 24 hrs e serve para voltar ou ir nas outras ilhas do parque marinho.
  • Usar sapato fechado, trazer protetor solar, repelente, lanche, água e recolher todo o seu lixo! No cais onde desembarcamos (Beach Cove) não há loja de conveniência, apenas banheiros. A lojinha mais próxima fica no farol, 2km de distância.
  • Fique atento pois há cobras na região, um tipo de cascavel chamada massassauga. Não vi nenhuma nesse dia, ainda bem!

Singing Sands

No dia seguinte fomos para Singing Sands, 11km ao sul de Tobermory, a praia rasa e de areia branca fica do lado oeste da península. É um local tranquilo ideal para ir com crianças. Mesmo com a água bem gelada tinha muita gente tomando banho. Fizemos um picnic, molhamos os pés e seguimos de carro para o Bruce Peninsula National Park.

P1020481 P1020483

Bruce Peninsula National Park

Paramos o carro perto do Cyprus Lake, no estacionamento Head of Trails, e escolhemos a trilha mais fácil até o Grotto, uma caverna esculpida pela água na base um paredão de pedra nas margens da Georgian Bay. Como em todos os parques por aqui, o mapa indica as trilhas e o nível de dificuldade. Caminhamos 1km até a Indian Head Cove e mais alguns metros até o Grotto. A parte inicial da trilha é super tranquila (dá até para levar o carrinho de bebê), só fica mais complicada para descer até a Indian Cove ou chegar até a gruta. Nessas partes o carrinho fica para trás.

É impressionante sair da trilha e dar de cara com esse lugar, chamado Indian Head Cove. A água é tão azul e tão transparente que não dá para acreditar. As fotos estão como saíram da máquina, sem ajustes. A água estava super gelada, de acordo com os locais já era para ter esquentado mas devido ao inverno rigoroso que congelou 90% do lago ainda estava super ultra mega gelada. Mas é irresistível e até o meu marido mergulhou de roupa e tudo. Eu molhei os pés e desisti.

P1020506 _NIK0366Apesar das placas avisando que é proibido pular todo mundo faz 😉 Sei que é possível mergulhar e sair dentro do Grotto só não tenho certeza se dá para fazer sem equipamento de mergulho._NIK0370

 

_NIK0390 P1020518 P1020509

O Grotto visto de cima. Não dava para descer com as meninas, é preciso descer uma parede quase em pé.

P1020531 P1020530 O que você precisa saber

  • A taxa para entrar no parque de carro é $14,95.
  • Por causa do feriadão o parque estava cheio e só conseguimos entrar na segunda tentativa, então a dica é chegar cedo.
  • Não há lanche nem água para vender, é preciso levar e recolher tudo.
  • Repelente, protetor solar, roupas de banho, sapato apropriado para andar são itens obrigatórios.
  • No início da trilha e próximo a Indian Head Cove há banheiros.
  • Não vimos cobras nem ursos mas é sempre bom ficar atento e saber o que fazer no caso de um encontro inesperado, no centro de visitantes eles dão várias informações úteis.

P1020472

Little Cove Provincial Park

É um pequeno parque 3,5km sul da cidade de Tobermory. O acesso de carro pela Little Cove Rd. é gratuito e a trilha até a água é de apenas 400 metros. O lugar não é badalado como os outros parques e estava praticamente vazio. Só tinha algumas pessoas que estavam acampando. Como é uma baía dá para usar o caiaque ou canoa. Super recomendo pela facilidade de acesso e beleza do lugar. O único ponto negativo é a falta de banheiro.

_NIK0465 P1020582 P1020588

_NIK0531

Ah e como sou supar sortuda, nesse dia vi uma cobra dentro de uma poça de água no meio das pedras. Logo depois de tirar essa foto aí em cima. Saí correndo e não fiquei para perguntar se era massassauga.

O que fazer e onde ficar Tobermory

A pequena e movimentada vila conta com várias lojas, restaurantes, cafés e um mercado, tudo ao redor da marina. Compramos os sanduíches, saladas e lanches para nossos picnics lá.

_NIK0350

Além de caminhar pela marina e explorar as lojinhas dá para ir de carro até o Farol Big Tub, o mesmo que avistamos no passeio de barco para ilha. Basta seguir a Big Tub Rd até o fim.

_NIK0411

Encontramos também um parquinho que fez a alegria das meninas.

P1020577

Ficamos hospedados no Bruce Anchor Motel. As acomodações são simples e limpas. A localização é bem conveniente, especialmente para ver o pôr-do-sol, que é um espetáculo na região. Basta atravessar a rua e sentar numa das cadeiras do deck na beira do lago.

P1020464 P1020567

No último dia da viagem sentamos na pracinha e assistimos a queima de fogos do dia do Canadá.

_NIK0556 _NIK0595

Como chegar

O carro é a forma mais conveniente para se chegar a Tobermory mas não a única. O Parks Canada possui um serviço de ônibus, chamado Parkbus, para levar os residentes da GTA para seus parques, visite www.parkbus.ca para mais informações. Em Tobermory é só pegar o National Park Shuttle Bus para se locomover até os parques (www.tobermoryparkbus.com)

 

Outros passeios para fazer na região

  • Manitoulin Island – a maior ilha de lago do mundo, o ferry chamado MS Chi-Cheemaun parte de Tobermory. No último do dia oferecem um pacote com jantar para assistir o pôr-do-sol. A ilha possui parques lindíssimos que valem a visita.
  • A Blue Heron (www.blueheronco.com) oferece um passeio de 2 horas pelas outras ilhas do Fathom Five Marine Park mas não é permitido descer do barco.
  • Little Cove Adventures – não confunda com o parque provincial, esse é um parque de obstáculos sobre a corda. Legal para adultos e quem tem filhos adolescentes.
  • Cabot Head – um farol, um museu e um mirante 45km sul de Tobermory. É possível  subir no farol. Como já tínhamos visitado um nossa viagem a PEI, descartei esse passeio.
  • Greig’s caves – uma das mais extensas formações de grutas em pedra calcária da região. Fica a 60km de Tobermory
  • Sauble Beach – Praia badalada com 11km de extensão na costa oeste da península. Fica um pouco distante de Tobermory (90km) e merece uma viagem separada só para ela.

 

 

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

21 Resultados

  1. Priscilla disse:

    Excelentes informações sobre o lugar!!! Estou indo para Toronto semana que vem e vou inclui no meu roteiro! Quantos dias/noites vocês ficaram lá?

    • Priscilla disse:

      *incluir

    • Livi disse:

      Oi Priscila,

      Foram 2 noites. Aproveitamos metade do dia que chegamos e metade do dia que saimos. Se você sair cedinho de Toronto, dá para passear o resto do dia lá.
      Se você quiser fazer o passeio de ferry para Manitoulin Island ou um dos passeios mais longos de barco, precisa de mais tempo.

      Abs

      • Priscilla disse:

        Oi Livi! Muito obrigada por responder! Estamos pensando em ficar 2 noites também. Nosso voo chega às 05 da manhã em Toronto e estamos pensando em pegar um carro e ir direto, assim garantimos que iremos sair cedinho rsrs. Estou pegando várias dicas no seu blog e no da GabynoCanada tb! Obrigada pelas dicas!!

  2. yara disse:

    nossa que lugar lindo, realmente eu nao conheco nada no canada rrsrsr. amie as fotos parabens

  3. Lis disse:

    Oi Livi!
    Adorei esse post! EU vou pra lah agora em Aogosto e vou anotar as dicas! OBrigada!!

  4. fran disse:

    uau! mt lindo. Pensando em ir com meus pais. Mas meu pai já tem 60 anos, acha q rola pra pessoa de mais idade? E que meeedo das cobras! =/

    • Livi disse:

      Oi Fran,
      A minha mãe tem quase 60 e foi na boa, depende de cada pessoa. Como disse no post, nos parques existem indicações de dificuldade das trilhas, é só escolher a mais fácil 😉

  5. Ana disse:

    Eu fiquei babando no Instagram quando você colocou algumas dessas fotos! Que lugar incrível!!!! Pena que é tão longe de Toronto, senão eu com certeza ia incluir no meu roteiro em agosto. 😉 Esse Canadá é lindo demais, né?

    E, olha, tuas fotos estão SHOW!!! Essa dos fogos ficou maravilhosa!

  6. ginapsi disse:

    Amei todo esse passeio/intinerário que você programou durante minha estadia com vocês!!!Lugares belíssimos que vou guardar para sempre na minha lembrança e, claro, nas fotos maravilhosas!
    Foi ótimo visitar uma parte do Canadá que não conhecia.
    E pensa que acabau aqui? Esperem que tem mais novidades!

    Beijos
    Mamãe

  7. Adri disse:

    Wow! Lindissimo!!! Vou colocar na minha listinha de passeios!!
    Beijos!

  8. gustavo_horta disse:

    Show de bola!
    Vontade de ir até lá!
    Parabéns.
    Abraço e felicidade. Sempre.
    Gustavo Horta

  9. cidinha disse:

    Parabens pelo texto e fotos!!! Estive la’ tb no feriadao acampando por 6 noites dentro do Bruce Peninsula National Park! E’ dificil conseguir vaga, mas se ficar de olho no dia do “booking” vc consegue! As trilhas sao maravilhosas e o camping sites super legais! Muita arvore dando muita sombra, e tb muito limpo e organizado. O unico problema pra quem gosta de conforto e’ que nao tem chuveiro. Tem que sair fora do Parque Nacional (uns 6km) e pagar 2 bucks por 2 minutos de banho!!! Ah! nao tem eletricidade tb…. mas o parque e’ tao lindo que qquer sacrificio vale a pena…kkkk…
    Estarei retornando em agosto para levar minha irma, e espero poder nadar muito no “The Grotto”, entrei pra me refrescar mas nao deu pra nadar!! A sensacao e’ de estar mergulhando naquela agua que acumula no cooler qdo o gelo derrete!!! brrrr….
    Nao li todo o seu texto, e nao sei se comentou sobre o “Beaver Tail”… a Classic Canadian Tradition que nao deve passar em branco!!! Yummy!!!

    • Livi disse:

      Na nossa caminhada cruzei com grupo de brazucas, será que era vc? 🙂 Acampar sem chuveiro ainda não dá para mim 🙂 Não comentei sobre comida nesse post, tenho um post específico para o Beaver Tail Realmente a água estava impossível doeu na alma só de colocar o pé dentro. Brrrrr

      • cidinha disse:

        Oi Livi… nao encontrei com ninguem la’ nao, mas uma hora nosso grupo se separou, e pode ser que vc cruzou com eles … nao sei! Vou cheretar seu “Beaver Tail” post agora… valeu!!!

  10. Priscila disse:

    Muito lindo o lugar, e você deu show te guia turístico

  11. Aledsandra disse:

    Seu post ficou otimo, as fotos show. Ja estive neste lugar anos atras e deu vontade de voltar. 🙂

Deixe um Comentário