Um momento que marcou a minha vida em Toronto

Esse post faz parte do #VidaemTO, um projeto onde eu e mais quatro blogueiras escrevemos o nosso ponto de vista sobre o mesmo assunto. Esse mês escolhemos um tema muito especial, vamos abrir o nosso coração e contar para vocês sobre um momento que marcou a nossa vida em Toronto.

Pensei muito antes de decidir o que falar pois não sabia como iria conseguir escolher apenas um momento dos meus 14 em Toronto.

Comecei a escrever sobre a minha chegada na cidade, que foi marcante por vários motivos: primeira viagem internacional, primeira vez longe da minha família, mudar de país, morar sozinha, aprender um novo idioma… Desisti.

Daí lembrei do meu processo de adaptação, das dificuldades, da primeira neve, do casamento, da conquista de um diploma, da realização do sonho de comprar nossa casa, da conquista de me tornar cidadã canadense. Aqui em Toronto eu amadureci, me tornei mãe duas vezes e construí minha vida. Todos esses momentos foram muitos importantes para mim, especialmente o nascimento das minhas filhas. Eles contribuiram para me fazer a pessoa que sou hoje. Mas ainda não era isso que eu queria falar.

Ah…e ainda teve aquele momento diva que fui entrevistada pela repórter Adriana Araújo, na época do Pan. Foi legal mas também não escolhi isso. A Gaby no Canadá também está nesse video.

Pensei mais um pouco e decidi falar de um momento que me fez mudar o meu modo de viver e a minha filosofia de vida. O dia que eu tive eclampsia.

Para quem não sabe, isso é uma condição que afeta mulheres grávidas e pode acontecer antes, durante ou depois do parto (eu expliquei nesse post). Mulheres que passam por isso podem ter hemorragia cerebral, parada cardio-respiratória, insuficiência renal e uma série de complicações. E ainda podem ficar com sequelas pelo resto da vida.

Logo após o parto da minha primeira filha, eu tive uma sequência de convulsões e apaguei. A resposta dos médicos foi rápida e eles conseguiram me estabilizar. Isso aconteceu de manhã cedo, mas fiquei o resto do dia inconsciente e só acordei à noite. Guardo com carinho a memória de pegar a minha primeira filha nos braços quando ela nasceu, do resto não lembro. Só sei o que a minha mãe e marido contam. Mas essa experiência me marcou muito. Talvez o fato de estar em Toronto com um apoio médico incrível tenha feito a diferença, talvez não.

Quando penso que poderia ter morrido, sem conhecer a minha filha e sem ter feito um monte de coisas que eu sonhava em fazer, sinto um frio na espinha. Mas a vida me deu uma segunda chance e isso me ensinou a valorizar cada minuto dela. Aumentou a minha vontade de aproveitar tudo ao máximo, tanto as pessoas quanto as experiências. Eu quero olhar para trás sem me arrender de ter deixado de fazer algo ou ter dito um “eu te amo” para quem merecia ouvir.

Então quando você ver no blog que eu fiz voo de parasail ou desci na maior montanha russa do Canadá não é porque sou corajosa e sim porque tenho muita vontade de viver.

Outros posts do #VidaemTO

Perdeu os outros posts da série? Então confere os temas passados

O que as outras meninas escreveram

 

E agora passa nos outros blogs para conferir as histórias das outras meninas.

Mirella | Blog Casal Mikix

Gabriela | Gaby no Canadá

Mariana | Virei Canadense

Carina | Outside Brazil


A primeira foto do post é de domínio público.

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

10 Resultados

  1. Gabriela disse:

    Inspirador. Esses momentos realmente definem quem a gente é e como encaramos a vida. Beijos

  2. Mari Cimini disse:

    Nossa Livi, não sabia que você tinha passado por isso, uma amiga minha passou pela mesma coisa recentemente. Que bom que os médicos conseguiram cuidar de você e que isso fez com que você tivesse mais vontade de viver! Beijos

  3. Nossa Livi, não sabia que tinha passado por isso. Essas passagens, realmente nos faz abrir os olhos, não é! Amei a última frase: “não é porque sou corajosa e sim porque tenho muita vontade de viver.”.
    Eu me atrapalhei inteira com esse tema (risos).
    bjooooo

  4. Lais disse:

    Amei ❤️
    E que guerreira você é!
    Minhas sugestões pra posts do #vidaemTO:
    – Lojas de roupas favoritas em TO
    – 5 coisas que nos incomodam em TO
    – Programas inesqueciveis com a familia quando eles visitam vocês em TO

    • Livi disse:

      Obrigado pelo comentário e as sugestões Lais. Vou sugerir para as meninas suas idéias e mesmo que não sejam escolhidas pro projeto eu escrevo aqui no blog ok! Beijos

  1. 15/01/2017

    […] Mariana Cimini: Virei Canadense Carina Iani de Barros: Outside Brazil Gabriela Ghisi: Gaby no Canadá Livi Souza: Baianos no Polo Norte […]

Deixe um Comentário