Um passeio por Saint John (New Brunswick)

Como nosso passeio na Fundy Trail Parkway furou voltamos para Saint John para dar uma voltinha. Ela é a maior cidade da província de New Brunswick, não confunda com St. John’s – Newfoundland. Nevoeiros na região, como o que pegamos em St Martins, são muito comuns no verão em toda a Baía de Fundy e podem acontecer de uma hora para outra, então é sempre bom ir preparado com uma listinha de passeios alternativos.

Chegamos na cidade e o céu estava limpo então fomos direto para Carleton Martello Tower, um forte redondo que foi construído para defender a costa durante a guerra de 1812. No entanto só ficou pronto depois que a guerra acabou 🙂 Mesmo assim continuou ativo até 1944.
 

Dentro da torre tem um museu mostrando como era por dentro com réplicas que podem ser tocadas.

    

No prédio ao lado, onde compramos o ingresso, tem alguns artefatos e um filmezinho explicando a história da torre e para que servia. Fui primeiro na torre e só depois voltei para assistir o filme. A pequena de 4 anos achou legalzinho ver na TV o lugar que tinha acabado de visitar. Quanto a entender o que era realmente aquilo ela não entendeu e como eu não estava a fim de entrar no assunto “guerras”, deixei para lá.

Não é um museu extraordinário mas é interessante visitar se sobrar tempo e custa bem barato ($3,90 adulto e $1,90 crianças de 6-16). Dá para fazer tudo em 30 minutos.

E de quebra ainda temos uma vista panorâmica da cidade. O tal do nevoeiro nos seguiu e já começava a se chegar pelo lado direito (mar).

Já eram quase 5 da tarde e resolvemos dar uma voltinha pelo downtown. Chegamos lá e ficamos pasmos pois estava vazio, em plena segunda feira! Só tinha “nóis” e meia dúzia de gatos pingados.

Acontece que lá o comércio fecha cedo, 5 ou 5:30pm, só os restaurantes ficam abertos. Estacionamento é gratuito depois das 5 também. Caminhamos pelas ruas e entramos no Market Square, um complexo que abriga o museu de New Brunswick, uma biblioteca, spa, restaurantes e lojas. Tudo fechando as portas quando chegamos. Aqui as pessoas não são viciadas em trabalho, elas voltam para casa cedo, passam mais tempo com a família e aproveitam a vida. Ou então todo mundo viu o nevoeiro vindo e se mandou. Um choque para quem está acostumado com Toronto.

Essa é a parte de fora do Market Square, achei um lugar super gostoso para sentar e relaxar. Do outro lado tinha um palco com uma banda se preparando para tocar e umas quadras de vôlei de praia.

Mais a frente tem um cais com direito a farol e tudo.

As ruas da cidade são limpas e enfeitadas com flores e jardins, os prédios são bem charmosos também. Tudo com aquele ar mais antigo e de cidade do interior, bem diferente do que estamos acostumados. Algumas ruas menores não estavam tão bem cuidadas, pareciam meio abandonadas.

O Old City Market também estava fechado.

Como o nosso dia foi cheio e as meninas já estavam cansadas voltamos para o hotel (Holiday Inn) para relaxar na piscina. Nessas alturas o nevoeiro estava tão denso que não víamos um palmo na frente do nariz, sério!

Próxima parada : Hopewell Rocks, New Brunswick

Outras coisas para ver em Saint John

Reversing Falls – Por causa da grande diferença de marés na Baía de Fundy o rio “corre” ao contrário durante a maré alta e volta ao seu curso normal durante a maré baixa. Dá para fazer passeios de barco ou trilhas de bicicleta para ver o fenômeno.
Old City Market – funciona desde 1876 e é o mais antigo do Canadá
Irving Nature Park
New Brunswick Museum
Loyalist House – a mansão mais antiga de Saint John
Imperial Theatre
Rockwood Park/ Public Gardens/ Cherry Brook Zoo

Informações úteis

– Você pode solicitar revista de viagem e mapas gratuitamente no site  Tourism New Brunswick ou pegar em qualquer centro de informações turísticas da província.
– Tem um ferry que vai de Saint John a Digby em Nova Scotia, a viagem dura em média 3 horas. Mais informações aqui. Interessante para quem vai seguir viagem para lá. Um dia ainda pego ele.

Leia os outros posts dessa viagem

Roadtrip para o leste do Canadá – última parte
Panmure Island e um pouco mais de Charlottetown
Charlottetown, Cavendish e Covehead lighthouse
Visitando a terra de Anne of Green Gables

Hopewell Rocks, New Brunswick
Roadtrip para o leste do Canada: St. Martins, New Brunswick
Roadtrip para o leste do Canadá

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Ana disse:

    Já estou quebrando o jejum de blogs pra dar uma espiadinha na sua viagem, olha só!

    Adorei tudo! É o tipo de lugar que eu gosto de conhecer! A coisa de fechar cedo me lembrou quando cheguei em Madrid tipo 2 da tarde e não tinha um restaurante aberto! Isso há muitos anos… Mas lá é porque eles fazem a sesta, fecham tudo depois do almoço e reabrem mais tarde. Loucura! Lá em Vancouver tem shopping que fecha às 6 da tarde! Super cedo!

    Beijo!

    • Blogosfera vicia hehehe. Imagine procurar um lugar para comer e não achar 🙂 Sabe que quando chegamos em Toronto em 1998 não era a loucura que é hoje. Os shoppings não abriam aos domingos e fechavam cedo no sábado. Agora a coisa é bem diferente. Gosto da comodidade mas as vezes penso que o certo seria fechar cedo e todo mundo levar uma vidinha mais light né não? Beijos

  2. Cidade super fofa! Pena que fecha suuuper cedinho, né? Já pensou morar em lugar assim? Eu não conseguiria, já fico doida aqui em Montréal… Hehehe…
    Beijos,
    Lidia.

    • Nós gostamos muito do lado de lá do Canadá, principalmente PEI. Tem um jeito que gosto muito mas quando penso nessas coisas do tipo ficar longe da civilização desisto até do pensamento de mudar para lá. Também acho que não dava para mim. Sou bicho de cidade e de uma certa forma gosto dessa vida corrida e desse caos urbano. Tinha que ser um lugar assim só que a 5 minutos da metrópole, ou então provisoriamente 🙂
      Beijos

  3. ginapsig disse:

    Amei esse lighthouse, igual aquele que tirei foto no shopping. A cidade é uma graça!
    E as meninas curtiram bastante essa folia!
    Bjs

Deixe um Comentário