Passeando em Ottawa, a capital canadense

A cidade de Ottawa foi o lugar que escolhemos para dar um paradinha no meio da viagem para Quebec City. Essa foi a segunda vez que passamos por lá, primeira vez com as crianças. Chegamos uma semana antes do Dia do Canadá e a cidade estava toda enfeitada. Em frente ao prédio do Parlamento estavam montando um palco enorme onde acontece a festa no dia 1 de Julho.


Infelizmente o tempo estava chuvoso e tivemos que ajustar o nosso roteiro. acabamos não visitando tudo que queríamos mas valeu super a pena.

O Hotel

Escolhemos o Best Western Plus Victoria Park Suites O hotel é todo novinho, super limpo, com café da manhã bem gostosinho e incluso na diária, internet  free, garagem, child friendly, funcionários muito simpáticos e pertinho das principais atrações turísticas.

No check-in as meninas receberam dois brinquedinhos como presente de boas vindas e quando chegamos no quarto tinha um bercinho e cobertor de bebê para Sophia. Solicitei o berço quando fiz a reserva.

Escolhi uma deluxe suite, que é um quarto e sala com banheiro e mini cozinha. A minha mãe viajou conosco e desse jeito ficamos todos mais a vontade e bem acomodados. Quando viajo com as meninas sempre procuro um hotel que tenha geladeira/frigobar e microondas no quarto. Esse ainda tinha um armário com pratos, copos, talheres, saca rolhas, cafeteira com dois pacotinhos de café, chá, açúcar, adoçante e uns biscoitinhos. A única coisa que eles anunciaram e não tinha no quarto foram os roupões de banho. Mas sinceramente não ligo para isso, nem ia usar mesmo.

Olha o restaurante onde servem o café da manhã.

No lobby tem uma lojinha de conveniência que vende leite, sucos, lanches e comida congelada. Quem precisar de algo mais pode ir na farmácia/mini mercado que fica a um quarteirão de distância do hotel.

Nosso roteiro por Ottawa

Estava friozinho e ameaçando chuva mas saímos para dar um passeio mesmo assim. Fomos ao Museu de Civilização Canadense que fica em Gatineau-Quebec, é só atravessar a ponte e já estamos em outra província. O museu é bem legal por fora e parece ser também por dentro mas a fila para entrar estava imensa, com o tempo ruim todos tiveram a mesma idéia. Ficou para próxima. Já tínhamos planejado visitar outro museu à tarde, então não queria passar o dia todo em museus.

Curiosidade: Ottawa é uma cidade verdadeiramente bilíngue, com placas nas duas línguas oficiais e pessoas falando os dois idiomas pela rua e em qualquer estabelecimento. Aqui em Toronto, exceto em repartições públicas, uma pessoa de Quebec sofre procurando alguém que fale francês. A recíproca é verdadeira na província de Quebec.

De Gatineau temos uma vista linda de Ottawa. Do lado esquerdo o Chateau Laurier e do lado direito a Colina do Parlamento.

A Colina do Parlamento

Depois da voltinha pela parte externa do museu, voltamos para Ottawa e fomos visitar a Colina do Parlamento, sede do governo canadense. Essa foto lindona aí não é minha, é do Wikipedia. O palco estava na frente e quase não dava para ver o prédio, nem tirei foto.

Os prédios do Parlamento são um espetáculo, cheios de elementos e simbologia de importância nacional. No prédio central estão o Senado, a Câmara dos Comuns (que seria uma espécie de Câmara dos Deputados), a Peace Tower (Torre da Paz) e a biblioteca. É nesse prédio que trabalha o primeiro ministro canadense. Os outros dois prédios ficam a direita e esquerda do prédio central e são chamados de East Block and West Block. O único que pode ser visitado é o East Block.

Os ingressos para visitar o interior do parlamento são gratuitos e distribuídos por ordem de chegada. Os tours tem horário marcado e guia em francês e inglês. Você escolhe o idioma e o horário que deseja ir, as quantidades são limitadas então é melhor se programar para pegar o bilhete cedo. No nosso caso, chegamos lá por volta das 11 da manhã e só tinha para de tarde. Pegamos o tour em inglês para 16:20h (o último).

Museu de Aviação em Ottawa

Depois de passear pelo lado de fora, almoçamos e seguimos para o Museu de Aviação.

Tive meu momento Top Gun sentanda no cockpit desse avião aí 🙂

Passamos umas 2 horas lá dentro e deu para ver tudo tranquilamente. Infelizmente quando saímos estava a maior chuva e um engarrafamento imenso até o centro da cidade. Não chegamos a tempo do nosso tour no Parlamento. Choveu o resto do dia e noite e não deu para fazer mais nada interessante. Nem os museus, já que fechavam às 18:00h.

Troca da Guarda

No dia seguinte acordamos cedo para ver a troca da guarda na frente do Parlamento, o evento acontece todos os dias pontualmente às 10h da manhã, do fim de Junho até o fim de Agosto. Dura em média 30 minutos e é um belo exemplo de tradição e patriotismo, há quem diga que é chato e longo, eu me emocionei.

Recomendo chegar uns 15 minutos antes para escolher um bom lugar para ficar.  Afinal, atrás dos outros não tem graça nenhuma né? Depois da troca eles saem marchando pela rua.

Dica: Se estiver de carro, o estacionamento mais próximo é na Queen St, entre a Rue O’Connor e a Rue Metcalfe. Sai bem mais barato do que parar na rua e você não precisa ficar preocupado se colocou moedinhas suficientes na máquina de estacionamento.

O tour no Parlamento Canadense

Após assistirmos a cerimônia tivemos a sorte de conseguir ingressos para visitar o interior do Parlamento na mesma hora, só que no tour em francês.

Antes de entrar é preciso passar pelo raio x, como no aeroporto. Podemos entrar com carrinho de bebê mas preferi deixar o meu no lobby, perto dos seguranças, junto dos outros que já estavam lá. Achei que seria mais rápido carregar Sophia do que esperar por elevadores.

Essa é a segunda vez que faço o tour e dessa vez achei a guia meio grossa e sem paciência. O Parlamento estava vazio (no verão os parlamentares ficam de férias) e a criatura ficou de cara feia apressando as pessoas que tentavam tirar fotos. Sophia ficou um pouco inquieta, nada demais, e ela veio logo me indicar a saída mais próxima. Como já tinha perguntado antes de entrar se tinha problema levar Sophia e disseram que crianças eram muito bem vindas, educadamente recusei o convite a me retirar. A criatura ficou de tromba o resto do tour. Imagine…

A biblioteca do Parlamento é linda mas é proibido tirar fotos. Essa é de Tony Webster via CC.

Library of Parliament

No fim do tour, os visitantes tem a opção de subir na Peace Tower e ter uma vista panorâmica de Ottawa. Não subimos dessa vez pois tínhamos que seguir viagem para Quebec e a fila estava enorme. Elena adorou conhecer o “castelo” e ver os soldados da princesa, durante o tour procurou pela princesa o tempo todo.  🙂

Há muito o que ver e fazer em Ottawa dependendo da estação do ano. Ainda planejo voltar para conhecer um pouco mais da cidade, patinar no Canal Rideau e ver o festival das tulipas na primavera.

Posts Relacionados:

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Ana disse:

    Que sonho! Lindo, lindo! Eu também tenho uma “quedona” por bibliotecas! Fui na de Chicago semana passada, linda!!!

  2. Que lugar maravilhoso! anotei tudinho para quando eu for (ainda não sei quando, mas vou).

Deixe um Comentário