Tudo que você precisa saber sobre a Praia do Forte

praia-do-forte-8Tenho certeza que todo mundo já ouviu falar da Praia do Forte. Eu costumava ir quando criança e agora, sempre que vamos a Salvador fazemos uma visitinha, adoramos a praia e as meninas sempre pedem para ir no Projeto Tamar. Mudou bastante de lá para cá, aquela vila de pescadores com ruelas de areia e acesso por balsa, hoje conta com uma super infra-estrutura, fantástica para receber turistas.
Esse post é uma atualização de outro que escrevi em 2012. Combinei experiências de várias visitas, inclusive a desse ano, para que ele ficasse mais informativo, com dicas do que fazer, como chegar, onde comer e se hospedar. Aproveitei pra lincar os posts dos passeios que já fizemos.

A vila de Praia do Forte

praia-do-forte-1A vila é repleta de restaurantes e lojinhas de souvenirs, todas as ruas são pavimentadas e fica fácil se locomover até com carrinho de bebê. Ela é pequena suficiente para ir a pé para todo lado. Não é permitido a circulação de carros ou motos no centro, mas quem quiser pode alugar um taxi desse aí. praia-do-forte-11

À noite a vila de se enche de alegria e torna-se um ponto de encontro para todos. Vários restaurantes oferecem música ao vivo e de vez em quando acontecem shows e eventos na praça.
Se você caminhar pela rua principal, em direção a praia, vai chegar numa pequena praça onde fica a Igreja de São Francisco. Logo a esquerda é o Projeto Tamar. praia-do-forte-2

As praias

praia-do-forte-10A praia principal logo em frente a igreja, chamada Praia do Porto, é a mais muvucada de todas. Muita gente prefere ficar por ali por causa do serviço das barracas e aluguel de cadeiras. O local onde ficam os barcos é mais aberto e sem pedras, a água fica bem tranquila na maré baixa e é legal para quem gosta de nadar.
Eu prefiro praia mais tranquila e que forme umas piscininhas na maré baixa para minhas filhas brincarem, então acabo andando para a esquerda ou para a direita da Praia do Portopraia-do-forte-25
À direta, sentido sul, logo depois da muvuca fica a praia quase em frente ao Tivoli, chamada de Praia do Ecoresort. Para quem não gosta de caminhar muito essa é a praia ideal. Mais ao sul tem uma saída de rio, mas nunca fui até lá.
À esquerda, logo depois do Projeto Tamar tem a Praia do Aquário, que é uma delícia! Me arrisco a dizer que é uma das mais bonitas da região. Na maré baixa há vários ambulantes que alugam máscara de snorkel. Se você se animar a andar mais um pouco chega na Praia do Lord (900 metros do farol) e a Praia do Papa-Gente (1.2km do farol). Essa última tem as famosas piscinas naturais com 7 metros de profundidade onde o pessoal faz mergulho.
Se estiver com crianças pequenas elas vão aproveitar mais as praias do Ecoresort e a do Aquário.
Eu gosto de todas elas na maré baixa e não recomendo nenhuma na maré alta para quem está com crianças pequenas, especialmente a do Papa-Gente, por causa das correntezas.

Projeto Tamar

praia-do-forte-5O Projeto Tamar, é parada obrigatória para todos que visitam o local. O papel deles na educação ambiental e preservação é super importante, esse é um dos centros mais visitados do Brasil. Para quem vai em família, tenha certeza que será  sucesso garantido entre os pequenos, minhas filhas pedem para ir todo ano!  Se deixar querem ir todos os dias.
Lá dentro tem vários tanques com tartarugas e peixes, teatrinho de fantoches, cascos de tartarugas e cineminha educativo. Tem até um tanque interativo onde a criançada pode passar a mão nos bichos (arraias sem ferrão, ouriços, lesmas e estrelas do mar), as meninas quiseram tocar nas lesmas e nas arraias. O ingresso custa R$20 e crianças a partir de 5 já pagam. Ainda bem que eles tem um passe familiar por R$50 que deixa a visita bem mais em conta.
praia-do-forte-6praia-do-forte-32 praia-do-forte-7
Cascos de 5 espécies de tartarugas marinhas
praia-do-forte-29praia-do-forte-30
Ninhos das Tartarugas
praia-do-forte-24
Piscina de toquepraia-do-forte-3
Banheiros temáticos dentro do projeto
Uma dica é ficar atendo aos horários que eles alimentam as tartarugas e os tubarões. Nós fomos no fim da tarde e vimos o horário da refeição das tartarugas. Elas ficam todas concentradas num lugar bem pertinho de todos.
praia-do-forte-31 praia-do-forte-33
Os tubarões seriam alimentados um pouco mais tarde e se tivéssemos ficado, haveria uma oportunidade para tocá-los.
No verão, geralmente as 17:00hs, há soltura de filhotes na praia logo em frente a igreja. O evento é gratuito para quem quiser observar mas não acontece todos os dias. Informe-se na bilheteria se haverá soltura no dia da sua visita. Já tivemos o privilégio de observar uma dessas solturas no ano passado e foi emocionante.
 praia-do-forte-22 praia-do-forte-23

Castelo Garcia d’Ávila

praia-do-forte-18Em 2012, visitamos as ruínas da Casa da Torre, mais conhecida como Castelo Garcia d’Ávila. Deixamos o passeio para fazer por último, depois de dar uma voltinha na vila. Foi a primeira e única vez que fomos lá. Na época pagamos $10 por pessoa para entrar e o estacionamento era gratuito.

Um castelo medieval construído entre 1551 e 1624, ele teve papel importante na colonização da região e na defesa do Brasil por mais de 3 séculos. Depois acabou abandonado até virar ruínas. Hoje é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Na entrada do castelo tem um restaurante e mini museu com maquete, pinturas e alguns artefatos que contam a história do local.praia-do-forte-20

Após cruzar o centro de visitante temos que fazer uma caminhada até as ruínas, que ficam numa parte mais alta e proporcionam uma vista panorâmica da região. Eu acho que o melhor é ir num horário que o sol não esteja tão forte.

praia-do-forte-17 praia-do-forte-16 praia-do-forte-14 praia-do-forte-19 praia-do-forte-15A capela na frente do castelo está bem conservada e
pode ser alugada para casamentos.

Outras coisas para fazer

NIK_9147-web

Se você fizer um bate-volta a partir de Salvador, ou outra cidade mais próxima, dá para aproveitar a praia, a vila, ver as tartarugas e visitar o Castelo Garcia D’Ávila. Já fiz tudo isso num dia e com crianças. Além dessas atrações tem:

  • Observar baleias jubarte (de Julho a Outubro)
  • Voar de parasail (leia o post sobre a nossa experiência)
  • Mergulho e snorkel
  • Visitar a reserva de Sapiranga
  • Passear de quadriciclo
  • Canoagem na lagoa Timeandtube
  • Passeio de lancha
  • e muito mais

praia-do-forte-21

Para quem quer relaxar e aproveitar mais, recomendo separar pelo menos uns três dias no roteiro. E se tiver mais tempo, dá para passear nas outras praias da região, minhas favoritas são:

  • Itacimirin
  • Imbassaí
  • Guarajuba
  • Diogo (Praia de Santo Antônio) – Se for lá não deixe de comer no restaurante Sombra da Mangueira
  • Mangue Seco

P1010270-wEsquiando em Mangue Seco

Essas atividades diferenciadas podem ser contratadas em agências de turismo locais. Eu recomendo a Portomar pelo excelente atendimento, preço justo e opções de pacotes direcionados a famílias. Não estou ganhando nada para falar isso, é minha opinião sincera.
Se estiver de carro pode faça os passeios para as praias por sua conta, que vai sair bem mais barato.

Onde Comer

praia-do-forte-27 Não tenho nem como listar todas as opções gastronômicas da praia do forte mais aqui uma lista dos meus lugares favoritos:

  • Beach Stop
  • Café do Forte
  • Papa Gente
  • Obá Moquecaria
  • Risoteria Terra Brasil
  • Restaurante do projeto Tamar – esse é bom ir no fim do dia pois tem música ao vivo, uma vista linda do pôr do sol.
  • Made in Bahia

 

praia-do-forte-13Além dos restaurantes tem as comidinhas como acarajé e banca de doces, que eu sempre me acabo. Essa aí da foto fica atrás da igreja, bem na saída do projeto Tamar. Tem castanhas, cocadas, doces, biscoitinhos e um monte de gordices nordestinas. Ela tem zilhões de anos aí nesse mesmo lugar.praia-do-forte-9

Como Chegar

Segundo o Google, são 82km partindo do centro de Salvador e 62Km partindo do aeroporto e Salvador.

Sei que há ônibus de transporte coletivo, partindo da rodoviária de Salvador que faz o trajeto porém eu usaria como última opção. Ele vai parando até lá, não tem ar condicionado e vai lotado.

Melhor acertar o transfer diretamente com o hotel ou com as agências que operam no aeroporto e Praia do Forte.

Eu sempre vou de carro e é super fácil chegar. Basta seguir pela Estrada do Côco, sentido norte, passar pelo pedágio (confira o valor da tarifa no site da CLN) e continuar direto até chegar lá. Não tem erro. Quando chegar em Praia do Forte, use a pista da esquerda na guarita, não precisa parar, pode passar direto. Há uma cancela do lado direito para evitar que ônibus não autorizados entrem.

Uma palavrinha sobre o estacionamento

Um quilômetro antes de chegar na vila, foi construído um enorme estacionamento particular. A tarifa fixa é R$20 por dia. Eles tem serviço gratuito de vans para levar e buscar as pessoas na vila. Até aí, tudo bem.
Mas o que a maioria dos visitantes não sabe é que há lotes da prefeitura, bem perto da vila, cobrando R$5 por hora ou um valor máximo de R$30. Para quem quer ficar poucas horas eles são a melhor opção, além de ficar praticamente dentro da vila. Eu prefiro pagar um pouco mais e poder ir andando pra a vila do que ter que esperar uma van na ida e na volta. Veja a localização dos lotes públicos no mapa abaixo.
mapapraiadoforte
Fonte: http://praiadoforte.org.br/praia-do-forte/mapa/
Infelizmente, há uma barreira policial bloqueando o acesso à vila e direcionando todos os visitantes para o estacionamento particular. Não tenho certeza se é diariamente ou só nos fins de semana.
Nós chegamos às 15h de domingo (Jan 2016), muita gente já tinho ido embora e mesmo assim a barreira continuava lá. Nosso grupo tinha 3 carros no total e 2 deles não puderam passar da barreira. Na minha vez ele perguntou se eu era visitante ou moradora e respondi que era visitante e iria estacionar na rua do Bem-vindo, no estacionamento público. Ele me deixou passar sem problemas. O outro local estava vazio! Depois disso deixaram o resto do grupo passar.
No estacionamento da prefeitura reclamei e eles disseram que a barreira só deveria bloquear o acesso quando os lotes públicos estivessem cheios. Isso é um problema que está acontecendo a mais de um ano em Praia do Forte. Então, fique esperto!
Quem vai se hospedar é bom checar com a pousada/ hotel a disponibilidade de estacionamento pois nem todos possuem espaço.

Onde Ficar

A Praia do Forte tem opções bem diversificadas, que vão dos hotéis 5 estrelas all-inclusive a pousadas aconchegantes e mais econômicos.

Nós geralmente ficamos hospedados próximos e fazemos bate-voltas durante as férias. Mas deixo algumas dicas de lugares family-friendly:

Tivoli Ecoresort

Iberostar Bahia

Iberostar Praia do Forte

Pousada Porto da Lua

Pousada Porto do Sol

Hotel Pousada Tatuapara

Hotel Via dos Corais

Pousada Rosa dos Ventos

Os links te levam diretamente ao site do Booking e se você reservar por lá o blog ganha uma pequena comissão que ajuda a cobrir os custos de manutenção. Você não paga nada a mais por isso.

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

Deixe um Comentário