Leviathan, a montanha russa mais alta e rápida do Canadá

Foto: The Coaster Critic

Sei que estou sumida e devendo os posts da viagem para Ottawa e Quebec City mas os trabalhos da faculdade estão me consumindo. O tempo que sobra me desdobro para dar conta da casa, das meninas e tentar aproveitar o verão que está passando rápido. Para piorar ainda peguei uma bronquite. Calma estou melhor agora. Ou talvez nem tanto, já que a pessoa mais desprovida de coragem do mundo aproveitou o feriadão Cívico canadense e foi passear de montanha russa no Canada’s Wonderland (escrevi sobre o parque aqui). E não foi qualquer uma, fui logo na Leviathan que é a mais rápida (148km/h) e mais alta (93m) do Canadá, oitava mais alta e sétima mais rápida do mundo. A primeira vez tem que ser marcante, então tinha que escolher bem né? 😉

Deixei os medrosos, marido e amiga, tomando conta das crianças e fui com o marido da amiga esperar uma hora na fila para passear na Highway to Hell (é assim que alguns chamam essa montanha russa, em referência a música do ACDC). Gente, a dita cuja tem uma queda de 80 graus, parece que você vai cair de cara no chão.

Sentei e assim que o carrinho se mexeu me arrependi e fiquei pensando o que estava fazendo ali. Enquanto o carrinho subia, fiquei pensando se devia fechar os olhos ou continuar de olhos abertos e dizendo para mim mesma que aquilo era seguro, que não ia acontencer nada e ahhhh chegou no topo, olhei para baixo e ahhhhhhhhhhhhhhhh. Fui de olhos abertos, não deu tempo de fechar, não deu tempo de pensar, só deu tempo de gritar. Uns três minutos gritando (ou pode ter sido menos, perdi a noção de tempo e espaço) e quando parou eu tremia mais que que vara verde. Fui na terceira fila agarrada na cadeira, mais presa só se passasse super bonder. E tem gente que vai com os braços para cima…Deus é mais!

Foto: Wikipedia

Achei um desenho explicativo da bichinha, em inglês.

Leviathan

Para ver ao vivo e a cores, aqui o video:

Apesar do medo, acho que iria novamente. Será que adrenalina enlouquece e vicia as pessoas? Estou me sentindo leve, acho que coloquei todo meu stress para fora com os gritos que dei. Para todos vocês que duvidaram buuuuuu.  🙂

 

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. Ana disse:

    Peraí! É impressão minha ou não tem nada te segurando nos ombros? Deus me livre!! Passo mal só de ver!

    • Livi disse:

      É sim Ana, nadica nos ombros. Quando lembro ainda sinto arrepios. Agora que o sangue esfriou acho que não tenho coragem de ir de novo 🙂

  2. ginapsi disse:

    Loucura total!!!! Definitivamente não tenho coragem de ir nessa viagem. Ia botar o bofe pra fora!kkkkk

  3. Roberta disse:

    Doida!!!! Socorro! Acho que não tenho mais coragem de fazer essas coisas.

  4. Celina disse:

    Menina, e não é que você foi mesmo? Meu passeio de barquinho é pintinho recém nascido perto disso! Ai meu Deus, não tenho coragem não! Ou sei lá, ia ter os tres minutos de total arrependimento e ia gostar depois? Acho que não, arrepiou o endométrio!

    • Livi disse:

      Cel, estava com vontade de enfrentar essa montanha russa desde que abriu o parque esse ano. É uma descarga de adrenalina incrível, mas agora que o sangue esfriou acho que não vou nunca mais hahaha

Deixe um Comentário