Dicas para sobreviver ao inverno

Se você nasceu e foi criado num lugar com inverno rigoroso, provavelmente já está acostumado com o frio e sabe o que fazer e o que vestir para ficar bem. Mas se você imigrou ou vai a passeio para um lugar mais frio, precisa aprender algumas regrinhas básicas para sobreviver ao inverno sem passar aperto.

20140109-193403.jpg

Foto: CBC

1. Fique de olho na temperatura

A primeira regra de sobrevivência é ficar de olho na TV ou nos apps de previsão do tempo. Nunca saia de casa sem antes consultar a temperatura, o wind chill e a situação do transporte público ou escolar. Em caso de temperatura muito baixa ou forte tempestade a prefeitura decreta um alerta e aconselha a não sair de casa. O ônibus escolar é o primeiro a ser cancelado, então melhor saber antes e não ficar do lado de fora esperando no frio.

2. Wind chill

Em português: índice de resfriamento. É o efeito do vento na temperatura, a combinação vento e temperatura nos faz ter a sensação térmica menor do que a temperatura real. O wind chill faz aumentar o risco de frostbite e hipotermia. Quando o wind chill é inferior a -27 sua pele pode congelar em 30 minutos ou menos. Com a sensação térmica de -40, como tivemos em Toronto nos últimos dias, o tempo diminui para 5 minutos. Quando estiver do lado de fora proteja-se do vento.

3. O que vestir

Roupas e sapatos devem ser apropriados para o inverno, resistentes ao vento e impermeáveis. As botas de neve precisam ter isolamento térmico. Geralmente os casacos, luvas e botas de inverno possuem uma etiqueta indicando até que temperatura suportam. Vista pelo menos 3 camadas de roupa, a primeira térmica (thermal underwear), a segunda feita de tecido sintético, como fleece, ou lã e a terceira externa (casaco). Retire uma ou adicione outra se necessário. Mas atenção, as roupas precisam permitir a transpiração e deixar passar a humidade para que você não fique molhado de suor, isso vale também para as meias. Se estiver molhado vai sentir mais frio. Use sempre um gorro para manter a cabeça aquecida. Nas mãos, use luvas ou mittens. Mittens são mais quentes que luvas. Se for ficar do lado de fora muito tempo ou a temperatura estiver muito baixa cubra o rosto com um cachecol ou máscara. Óculos de neve são indispensáveis para quem pretende fazer esportes.

Na hora de escolher o snowsuit das crianças considere a dificuldade para tirar na hora de ir ao banheiro ou trocar a fralda. 🙂

20140109-193433.jpg

4. Entenda o que é windburn, frostnip, frostbite e hipotermia

Windburn é quando sua pele é queimada pelo vento, os sintomas e tratamento são semelhantes a uma queimadura causada pelo sol.

Frostnip é a fase inicial do frostbite mas há apenas um congelamento superficial da pele. Os sintomas são pele esbranquiçada ou amarelada, ardor e fisgadas. A área deve ser aquecida gradativamente com água morna ou cobertores. Não se deve esfregar ou massagear o local.

Frostbite é quando uma parte do seu corpo congela, geralmente ocorre nas extremidades como pés, mãos, orelha e nariz. Os sitomas são os mesmos do frostnip mas a pele fica dura e sem sensibilidade. Se não for tratada imediatamente pode evoluir e causar danos permanentes, um sinal de dano aos nervos é o escurecimento da pele. A área afetada deve ser manuseada delicadamente e também pode ser aquecida usando cobertores e água morna. Tratamento médico é recomendável.

Hipotermia é quando a temperatura do seu corpo cai abaixo de 35 graus. Existem 3 tipos: aguda, subaguda e crônica. Na primeira há uma queda brusca na temperatura corporal, por exemplo quando a pessoa cai num lago. A segunda ocorre numa escala de horas, quando a pessoa fica muito tempo num ambiente frio, por exemplo. A última ocorre devido a alguma doença. Sintomas iniciais de hipotermia incluem tremedeira, dormencia nas mãos e respiração acelerada. Nesse caso, a pessoa deve ser enrolada em cobertores e movida para um lugar aquecido. O aquecimento deve ser de forma gradual para evitar choque térmico. Em casos mais graves procurar atendimento médico.

5. Evite bebidas alcoólicas

Toda vez que bebemos álcool temos a sensação de estarmos mais aquecidos. Mas o que acontece é que os nossos vasos sanguíneos mais próximos das extremidades do corpo se dilatem e isso faz com mais sangue flua nesses vasos fazendo com que o centro do nosso corpo perca calor.

Então, ao contrário do que muita gente pensa, o álcool faz o corpo perder calor mais rápido e aumenta o risco de hipotermia. Se vai sair no frio, melhor evitar.  Prefira bebidas como o café ou um chocolate quente.

6. Como prevenir irritações na pele, nariz e boca

O inverno traz uma série de probleminhas chatos como irritação na pele, sangramentos no nariz, boca ressecada, etc. Eu escrevi um post explicando como se prevenir e resolver os problemas mais comuns.

7. Carro

Prepare o seu carro para o inverno. Use pneus apropriados para dirigir na neve, correntes não são comuns em cidades grandes onde há limpeza das ruas. Tenha no carro uma caixinha de primeiros socorros, lanterna, escova para limpar os vidros, cobertores, uma pequena pá de neve (será muito útil se ficar atolado) e use tire sealant nos pneus (se o pneu furar esse fluido evita que o pneu esvazie). Nunca use água no radiador ou no limpador de para-brisas. Use colant e antifreeze, respectivamente.

Muito cuidado na hora de dirigir, especialmente se não tiver muita experiência. Dirija devagar sem frear bruscamente. Se sentir que o carro está escorregando, retire o pé do acelerador e vire o volante na direção que quer ir. Não pise no freio senão vai rodar. Mantenha distância dos caminhões de limpar neve e não tente ultrapassá-los. Se quiser pode tomar aulas direção na neve em qualquer auto-escola.

Leia mais dicas sobre dirigir no inverno.

8. Aproveite o que a estação tem a oferecer

Não deixe de se divertir por causa do frio. Se não há nenhum alerta de nevasca ou frio extremo, saia da toca e aproveite. Algumas atividades mais comuns e divertidas são: fazer boneco de neve, patinar no gelo, esquiar, descer com um trenó ou bóia na neve, visitar algum festival com esculturas de gelo e assistir a um jogo de hockey. Mas o importante mesmo é buscar algo que goste de fazer e nunca deixar a vida parar por causa do inverno.

Veja dicas sobre patinação no gelo e locais para esquiar na região de Toronto

Alguém aí tem mais dicas para compartilhar? O que vocês fazem para sobreviver ao longo inverno sem morrer de tédio?

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Ana disse:

    Parabéns pela página, todos os textos detalhados, assuntos realmente pertinentes a quem deseja imigrar para o Canadá. Confesso que este texto sobre o frio me deixou com um certo receio, não exatamente pelo frio, mas pelas consequencias. Nóalertas surgiu uma dúvida, em caso de alerta onde o ônibus escolas é suspenso, as aulas, eu sendo mãe e tendo um trabalho, como faço? Fica tudo suspenso no caso de alerta pra não sair de casa ou tenho que ir trabalhar, e meu filho, socorro?..RS..Se puder me exclamei era, me acalmar, agradeço desde já. Abraço!

    • Livi disse:

      Oi Ana,

      Quando eles dão um alerta é para que as pessoas fiquem preparadas, se vistam adequadamente e se programem para chegar nos lugares. Suspender o ônibus escolar é normal por risco de derrapagem ou porque eles não conseguem dirigir quando tem muita neve. Mas para fechar as escolas precisa ser um caso muito extremo. Vi isso pouquíssimas vezes em 14 anos de Canadá. Quando eles fecham, já te avisam cedo, não fecham no meio do dia. No caso de haver uma nevasca tão grande assim, os empregadores são bem flexíveis. Não se preocupe!
      Um abraço

  2. Renata disse:

    AdOrei as dicas, obrigada! Estou em processo de imigracao. Onde vcs estao morando em toronto?

  3. Que dicas IN-CRÍ-VEIS! Parabéns, gostei muito do post, bem esclarecedor. E não tem como duvidar das dicas, você já é bastante experiente do assunto =)

    Visite nosso Iglu-site:www.oficinadeinverno.com.br

    Abraços calorosos,
    Mamute da Oficina de Inverno.

Deixe um Comentário