3 dicas que só quem mora em Toronto pode te dar

Hoje é dia de projeto #VidaEmTO! No dia 15 de cada mês eu e mais 4 blogueiras publicamos posts sobre um mesmo tema relacionado a Toronto. Cada uma oferece dicas e pontos de vistas diferentes sobre o mesmo assunto. O post desse mês traz 3 dicas que só quem mora em Toronto pode dar pra você.

Outros temas que nós já falamos são:

Agora vamos direto as dicas desse mês!

Dica 1: Ninguém é obrigado a pagar a taxa de turismo nos hotéis

Em muitas cidades quando nos hospedamos num hotel há uma taxa de turismo, que é adicionada no fim da conta. Em Toronto essa taxa se chama DMP (Destination Marketing Program for Toronto Tourism) mas pode aparecer com outros nomes, tipo DMF, DMDF, PFTIF. Ela aparece no fim do recibo, junto com outras taxas cobradas pelo governo. Em Niagara Falls essas taxas aparecem até em conta de restaurantes e lanchonetes.

Mas o que a maioria dos turistas não sabe (e os hotéis não divulgam) é que essa taxa não é obrigatória. Aliás ela não é obrigatória em toda a província de Ontário. O valor pode chegar até 3% da diária ou do valor da conta. Agora imagina uma diária de $150 por noite, são $4.5 de taxa. Numa hospedagem de 7 dias são $31.50.

Na hora de pagar a conta em qualquer hotel verifique o valor da taxa de turismo e se não quiser pagar é só falar. Em inglês essas taxas são “fees”. As palavras “tax” ou “taxes” só podem ser usadas para as que são obrigatórias como por exemplo o HST, GST, PST.

Para saber mais detalhes veja o site do Ministério do Turismo em Ontário.

Dica 2: Não subestime o clima

Eu acho que Toronto é uma cidade de clima extremo e até meio louco. No inverno temos um frio polar e no verão calor infernal. Entre essas duas “estações” temos 1 ou 2 meses de temperaturas mais amenas. Eu explico melhor nesse post sobre a temperatura e clima em Toronto.

O clima pode mudar de uma hora para outra, independente da estação do ano. Fazendo cair bastante a temperatura no verão, ou trazendo um calorzinho inesperado no inverno. Então sempre carrege um casaco no verão e vista-se em camadas no inverno.

Os meses de dezembro a março são super frios. Todos precisam entender algumas regras básicas para não passar aperto durante o inverno, saber como cuidar da saúde e até reaprender a dirigir.

Dica 3: Aprenda a pronunciar Toronto e conheça seus apelidos

Todos as pessoas que não moram em Toronto são facilmente identificadas pelos locais ao falar o nome da cidade. Aqui ninguém fala Toronto do jeito que a palavra é escrita. Isso já virou até meme e há uma série de fóruns discutindo sobre a forma correta de falar Toronto.

O nome da cidade é pronunciado com o segundo “t” mudo e fica mais ou menos assim “TUH-RONNN-OH”. Ah e tem que enrolar a língua mesmo no erre e prolongar o “n”.

A cidade também tem uma série de apelidos e as vezes numa conversa ou num poster você pode não entender que estão se referindo a Toronto. Alguns mais conhecidos e usados são:

  • TO ou T.O. – Ao contrário do que parece TO não é só a abreviação do nome da cidade. Ele significa Toronto-Ontário.
  • T-dot – É uma variação do apelido acima. Dot significa ponto em inglês.
  • YYZ – por causa da sigla do aeroporto.
  • The Six ou The 6 ou 6ix – Esse é o apelido da moda. Ele ganhou popularidade depois que o rapper Drake, que cresceu em Toronto, começou a usar em suas músicas. Há duas teorias para a origem do nome. A primeira é por causa dos dois código de DDD da cidade, 416 e 647. A segunda é que faz referência a unificação de 6 distritos para formar uma só cidade (Toronto, Scarborough, North York, East York, York e Etobicoke). E se você gosta de videogames procura lá na App Store o jogo “Flyin through the 6 with my woes”. Você joga com o Drake em Toronto. É free.
  • Hogtown – existem duas teorias para explicar a origem desse apelido. Eu acho que a que explica melhor é a que faz referência aos matadouros e indústrias que produziam derivados de porco. Toronto é um dos maiores exportadores de peameal bacon (já falei desse bacon no post sobre comidas tipicamente canadenses). Uma possível tradução é cidade dos porcos. A segunda é que o apelido é usado como um termo pejorativo para se referir a Toronto. Foi dado pelas outras cidades da província porque Toronto sempre conseguia o que queria dentro do governo da província. Ou seja, cidade dos porcos (os políticos).
  • 416 – também por causa do código DDD da cidade. O rapper Drake tem uma tatuagem enorme “416”.
  • Big Smoke – popularizado por um jornalista canadense, da revista Maclean’s, e quer dizer em bom português que a cidade é mais fama do que qualquer coisa. Esse eu discordo viu! Toronto é tudo de bom.
  • Queen City – a maior cidade em um país, província, estado ou território. Não tem nada a ver com a Rainha Elizabeth, como algumas pessoas acham.
  • Megacity – por causa da unificação das 6 cidades, que eu falei acima.

Essas são as minhas três dicas, agora vamos conferir as dicas das outras blogueiras!

Mirella | Blog Casal Mikix

Gabriela | Gaby no Canadá

Mariana | Virei Canadense

Carina | Outside Brazil


Primeira imagem do post, domínio público

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. Eu estou no Canadá há quase 15 dias e peguei vaaariaaasss dicas aqui. Obrigada!

  2. Gabriela disse:

    Muito legal Livi! Bom saber da taxa de turismo dos hotéis! Beijos

  3. Adorei as dicas… principalmente essa dos hoteis, eu não sabia!!!! Pena que só vale para turista, né?
    Super dicas 😉

  1. 15/12/2016

    […] Mariana Cimini: Virei Canadense Carina Iani de Barros: Outside Brazil Gabriela Ghisi: Gaby no Canadá Livi Souza: Baianos no Polo Norte […]

Deixe um Comentário