Expectativa e realidade: o que fazer se você tiver sintomas de COVID-19

AVISO: Antes de ler saiba que eu não sou médica, nem especialista em COVID-19. Apenas estou transmitindo informações para tentar ajudar as pessoas, pois sou inundada de perguntas todos os dias. Todas as informações desse post são atuais hoje, na data de publicação. Todas são baseadas em jornais canadenses, Ministério da Saúde do Canadá, Departamento de saúde das Províncias e no que o governo está transmitindo à população.

Covid-19

Na teoria

No Canadá todas pessoas que tem sintomas de COVID-19 estão sendo orientadas a entrar em contato com o seu médico de família ou o departamento de saúde, antes de se dirigir a um COVID-19 assessment centre. Os sintomas estão listados no site do Ministério da Saúde canadense.

A orientação geral, nesse momento é ligar para 1-866-797-0000 (em Ontário) e 811 (resto do Canadá). Ou ainda no departamento de saúde pública da sua cidade. Aqui uma lista das de Ontário.

Somente ligar para o 911 em caso de emergência médica, tipo dificuldade para respirar! Se você está apenas tossindo ou com medo de ter coronavírus, não é emergência!

Na prática

Infelizmente se você tentar ligar para o Telehealth Ontario (1-866-797-0000) vai descobrir que o número só dá ocupado, fora de serviço, ou vai ouvir outra mensagem que indica que não vai atender devido ao alto volume de ligações.

E se por acaso atender, a mensagem vai te mandar esperar na linha ou deixar um recado para que alguém te ligue de volta. O tempo de espera para falar com alguém era de pelo menos 4 dias, para quem ligou e deixou uma mensagem na sexta. Hoje, não sei.

O número do Toronto Public Health também está congestionado e com o mesmo problema. Eu não sei como está em outras províncias.

Mas apesar da orientação oficial dizer para ligar aqui ou ali, a verdade é que nem todos com sintomas estão sendo testados nesse momento. Mesmo os que tem histórico de viagens.

O motivo é que, pelo fato de haver um estoque limitado de testes, em algumas províncias, o governo está priorizando testar pessoas com sintomas mais graves, idosos, grupos de risco e profissionais da área de saúde.

Fonte: Toronto Public Health

Aqui em Toronto, quem está com sintomas leves, e não atende aos requisitos acima, está sendo orientado apenas a se isolar, sem teste.

Não estou exagerando e nem falando isso para deixar ninguém em pânico. Estou apenas tentando explicar o que está acontecendo, de uma maneira racional.

Essas informações estão no site do Toronto Public Health e foram confirmadas ontem numa entrevista aqui em Ontário com o chief medical officer of health, Dr. David Williams, e a Deputy Premier, Christine Elliot. Um repórter fez a pergunta e eles explicaram os motivos. Veja essa reportagem do jornal Globe and Mail.

Sim, num mundo perfeito o ideal seria testar todos e saber exatamente quem está doente, ou não, mas por enquanto ainda não é possível.

Na mesma conferência a Deputy Premier disse que eles irão receber mais testes em breve e poderão rever essa postura sobre quem testar ou não. Portanto continuem acompanhando as notícias para saber se a situação vai mudar. O site da cbc.ca transmite ao vivo, gratuitamente, para qualquer lugar do mundo.

Então o que eu faço se tiver sintomas de COVID-19?

A melhor opção é ligar para o seu médico de família. A maioria está com atendimento pelo telefone ou virtual durante a crise. Descreva os seus sintomas e ele ou ela vai te orientar sobre o que fazer. Muito mais fácil do que tentar falar com o Telehealth.

NÃO vá para uma walk-in clinic, emergência de hospital ou consultório do seu médico, a menos que seja instruído a fazer isso. Pois você poderá colocar a saúde de outras pessoas em risco, caso tenha COVID-19, ou pode estar se expondo ao coronavírus, caso não tenha.

Também NÃO vá a um centro de diagnóstico do COVID-19. A maioria deles só atende com hora marcada e o paciente precisa ser indicado pelo public health. Aqui uma lista com todos em Ontário. Em Toronto só no North York General é que você pode ir e ficar na fila da triagem. Mas é aquele mesmo problema, você vai ficar na fila com um monte de gente e depois vai passar por uma entrevista para ver se qualifica ou não para fazer o teste. Os critérios serão os mesmos.

Se você está na dúvida quanto a necessidade de fazer um teste, os órgãos de saúde colocaram uma espécie de triagem online, onde cada um responde umas perguntas e de acordo com as respostas, o site recomenda o que fazer. Em Toronto é esse aqui.

O Governo de Ontário também disponibiliza mais informações aqui. Mas lembrando que nesse momento mesmo que o site diga que uma pessoa se qualifica para fazer o teste, não significa que eles vão aplicar.

Sim, todos têm medo e querem saber se tem ou não a doença, mas infelizmente nesse momento nem todos irão saber.

E se conseguirmos analisar friamente, não faz mais tanta diferença nessas alturas do campeonato. Se todos praticarem o isolamento social diminui a propagação da doença e pronto.

Se uma pessoa tem sintomas leves e não precisa de atenção médica, não justifica sobrecarregar ainda mais o sistema de saúde. Vamos deixar os profissionais livres para cuidar de quem realmente precisa.

E se não tem sintomas nenhum, fica quietinho em casa também, não precisa fazer teste nem ficar ligando para o Telehealth. Você pode buscar informações online em site confiáveis, veja essa lista aqui no blog Gaby no Canadá.

Se você está na dúvida se pegou um resfriado, gripe ou COVID-19, faz diferença? Você vai querer passar qualquer um deles para sua família?

Para uma pessoa com problemas de saúde, imunidade baixa ou idosa, uma gripe também é muito perigosa. Para uma criança, a gripe pode ser mais perigosa do que o COVID-19 (de acordo com as informações que temos nesse momento).

Então, mesmo com medo e incerteza, o melhor a fazer, se você apresentar qualquer sintoma é manter a distância dos seus familiares por 14 dias (contando a partir do início dos sintomas), lavar as mãos com frequência, descansar, beber muito líquido, comer saudável e continuar praticando o isolamento social. Será desafiador mas não temos outra opção no momento.

Covid-19

A maioria dos pacientes de COVID-19 apresentam sintomas leves, então o jeito é esperar passar.

Monitore todos os seus sintomas com cuidado e comunique qualquer mudança ao seu médico de família ou órgão de saúde (se tiver sido instruído a fazer isso).

Se você fizer um teste e der positivo, vai ser mandado para casa e receber a mesma orientação acima, caso não tenha um quadro grave.

Vamos manter a calma, deixar as linhas telefônicas e os médicos livres para ajudarem a quem precisa mais.

Juntos iremos superar tudo isso!


Imagem de capa: Freepik

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

Deixe um Comentário