Como foi a volta as aulas em Toronto, no meio de uma pandemia

Voltar as aulas significa iniciar um novo ciclo. Nova série, novo professor e esse ano, novos procedimentos/rotina. O ano letivo de 2020 começou em setembro, mas com atraso por causa da pandemia. Como tivemos várias mudanças achei melhor esperar para escrever esse post. Assim teria uma ideia melhor de como isso afetou a rotina escolar.

Volta as aulas

Acompanhei ativamente as notícias, as reuniões online do conselho escolar católico de Toronto e as decisões do governo em relação as escolas. Mesmo com tantas dúvidas e nervosismo eu e o marido optamos pelas aulas presenciais. Leia mais aqui. Mas olha, depois dessas primeiras semanas de aula, meu coração ficou um pouco mais tranquilo (não 100%, afinal ainda estamos no meio da pandemia e o número de casos está subindo rapidamente). Nesse post vou falar sobre o que mudou na escola das minhas filhas, que é católica e as minhas impressões.

Se você chegou a esse post procurando informações gerais sobre educação no Canadá, então clique aqui e veja todos os artigos que já publiquei sobre o assunto.

Os primeiros dias

Num ano letivo normal as meninas começariam a escola no dia 8/9/20. Por causa da pandemia todas as escolas públicas e católicas de Toronto iniciaram suas aulas presenciais no dia 14/9/20, mas receberam os estudantes gradativamente, de acordo com o sobrenome, ao longo de 4 dias. As minhas filhas foram no dia 16.

Aqui do bairro, geralmente deixamos as crianças dentro da escola no primeiro dia e é nessa hora que descobrimos quem será a professora. Esse ano recebemos um email uns dias e antes do início das aulas, com o nome da professora e a sala que elas deveriam ir. Fomos orientados sobre por onde elas deveriam entrar na escola e onde esperar suas professoras. Elas estudam do lado de fora, em salas de aula chamadas de “portables”, uma espécie de container com portas e janelas.

Todos os alunos são obrigados a usar máscara, inclusive os do Jardim de Infância. Quem não se adaptar as máscaras pode usar um shield. As professoras e funcionários usam máscara e shield.

A primeira semana de aula foi basicamente um treinamento sobre a nova rotina de procedimentos. A partir da segunda semana é que as aulas começaram de verdade.

volta as aulas

Novos procedimentos

A rotina de entrada e saída mudou. Fizeram de tudo para minimizar o contato entre estudantes de salas diferentes. Porém, na hora da chegada e saída, isso é inevitável, a criançada acaba andando junto com os(as) amigos(as). Ao chegarem na escola os alunos não podem mais brincar no pátio, tem que ficar numa fila, em locais designados.

Todos carregam um Covid-19 Screening Passport, que é basicamente um papel onde os pais assinam garantindo que o filho não apresenta sintomas da doença e nem entrou em contado com um caso confirmado. Devemos assinar essa ficha todos os dias, se esquecermos a escola liga e enquanto não falarem com os pais, o aluno não entra na sala.

Foram instaladas pias portáteis em algumas salas para que os alunos possam lavar as mãos diversas vezes por dia. Além disso, os estudantes precisam desinfetar as mãos com álcool gel antes de entrar na sala. Todos os bebedouros da escola foram desligados. Ninguém pode encher suas garrafas, tem que trazer água de casa.

Antes os alunos tinham 3 recessos, sendo dois mais curtos e outro mais longo na hora do almoço. Todos iam para fora ao mesmo tempo. Agora não, a escola é divida em dois grupos e por causa do revezamento tem apenas 2 recreios. Cada sala tem sua área para brincar do lado de fora. Os alunos de uma sala, não se misturam com os das outras. Pelo menos algumas professoras estão levando os alunos para o lado de para dar aula,

Os estudantes só podem ir no banheiro em horários pré-determinados. Casa sala tem dois horários, um de manhã e outro à tarde. Achei isso meio ridículo pois acaba fazendo uma aglomeração desnecessária na frente do banheiro.

Número de alunos em sala de aula

A nossa escola está numa das áreas consideradas de alto risco pelo departamento de saúde pública de Toronto. Eles classificam de acordo com o número de casos no bairro. Uma vantagem no meio disso tudo é que a quantidade de alunos por sala foi reduzida, permitido o distanciamento. Aqui temos salas com até 15 alunos, do JK ao Grade 3, e 20, do Grade 4-8.

Para ver a lista de escolas em áreas de risco, na cidade de Toronto, clique aqui. Ou veja as listas específicas dos conselhos das escolas católicas e públicas.

Google Classroom

Teoricamente todos os professores deveriam criar e manter o Google Classroom atualizado com as atividades feitas no dia. Assim, caso o aluno falte ou precise ficar de quarentena, poderá acessar de casa.

Aqui a professora do Grade 6 já fez a sua sala virtual desde o primeiro dia. Mas a do Grade 4 ainda não publicou nada, acho que vai fazer somente se algum aluno faltar.

O que acontece quando alguém tem sintomas de COVID-19

O funcionário ou aluno que apresentar sintomas dentro da escola ficará isolado numa sala e será encaminhado para casa. Recomenda-se que essa pessoa faça o teste e retorne a escola depois de 24h sem sintomas. A pessoa ficará afastada por 14 dias se o teste der positivo o departamento de saúde pública irá avaliar como proceder. Podendo colocar 1 sala ou a escola de quarentena, dependendo da situação. Por enquanto não tivemos nenhum caso confirmado na escola das meninas.

O governo de Ontário tem um site com uma lista completa de escolas e creches com casos confirmados de COVID-19, seja funcionário ou estudante.

Em minha opinião, toda essa mudança de rotina, diminuiu o tempo disponível para ensino, aumentando a quantidade de dever de casa (pelo menos aqui). Apesar de tudo percebo que as crianças não tiveram dificuldades para se adaptar. As minhas filhas estão super contentes de poderem ir a escola e rever as amigas. Continuamos monitorando toda a situação e reavaliando periodicamente a nossa escolha.

E vocês, como foi a volta as aulas em meio a essa loucura toda?

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Ademir Fernandes disse:

    Um blog muito sincero, claro e completo.

Deixe um Comentário