Vida no Canadá: Como é morar em Hamilton (Ontário)

Em mais um post da série Como é morar no Canadá, o Reinaldo, do canal Vivendo em Hamilton Blog, vai contar um pouco sobre a cidade, que está localizada na província de Ontário.

Depois de ler o post, não deixe de acompanhar o Instagram @vivendoemhamiltonblog para conferir mais dicas.

Se apresente:

Meu nome é Reinaldo e já moro há quase 5 anos na cidade de Hamilton, em Ontário. Como muitos brasileiros, me mudei para o Canadá com o objetivo de estudar, e como forma de conhecer melhor o país e as oportunidades para uma possível imigração. Depois que me formei, logo recebi uma oferta de emprego full-time na própria empresa em que eu já trabalhava, e com isso, consegui me tornar residente permanente em 2018.

Fale um pouco sobre a sua cidade.

Hamilton é uma cidade, em minha opinião, muito bem localizada, já que fica a 65km de Toronto, e aproximadamente 60Km de Niagara Falls.

É famosa pela quantidade de cachoeiras que ela possui, e no passado era conhecida como a “cidade do aço”, já que a indústria siderúrgica foi muito forte por aqui. Com a crise no segmento, a cidade passou por muitas dificuldades, como o aumento da taxa de desemprego e todos os problemas sociais causados por ele. Nos últimos 10 anos, no entanto, a cidade vem se desenvolvendo e passando por um processo de reconstrução de imagem, que provavelmente ainda levará algum tempo para ser finalizado.

Hamilton

Como é o clima?

Embora em Hamilton não faça o mesmo frio que em algumas das grandes cidades de outras províncias, a temperatura daqui também não pode ser considerada amena.

Durante o ápice do inverno, nos meses de Janeiro e Fevereiro, já vi a temperatura despencar e atingir a casa dos -35 a -40 graus. Não é comum, e quando isso acontece, não permanece por muitos dias, mas o inverno é sim bem rigoroso por aqui.

O verão, por outro lado, costuma fazer dias longos e quentes. Em 2018, por exemplo, tivemos vários dias em que foi decretado um alerta de calor extremo, e isso acontece quando a temperatura e a sensação térmica ficam acima de 35 graus. É difícil de acreditar, mas aqui também faz dias de 40 graus.

Por que escolheu essa cidade para morar. Caso tenha morado em outra cidade canadense antes, o que te levou a se mudar?

Vim para Hamilton diretamente do Brasil, e aqui permaneci. O principal motivo que me fez escolher a cidade foi a proximidade com Toronto, e pelo custo de vida ser relativamente mais baixo. Hamilton está entre as 10 maiores cidades do Canadá, e isso também pesou na minha decisão.

Que tipo de imóvel você mora (casa, apartamento, townhome, basement, etc)? Foi difícil encontrar?

Moro no mesmo apartamento desde que cheguei na cidade. É um apartamento de 2 quartos, assim posso acomodar as minhas visitas quando elas vêm do Brasil para ficar comigo por uns dias.

Como cheguei aqui em pleno inverno, não era uma época muito concorrida para o mercado imobiliário, portanto não tive muita dificuldade para encontrar este apartamento. Embora eu tenha visitado outros imóveis na época, este foi o primeiro em que entrei, e acabou sendo amor à primeira vista, tanto que aqui estou.

Hamilton

Qual é o preço médio de aluguel de um imóvel similar ao seu?

Como já estou aqui há quase 5 anos, peguei uma época em que o valor de aluguel ainda não era um absurdo. Essa realidade mudou bastante de lá para cá, ocasionado, pela recente migração de moradores de Toronto para Hamilton. Atualmente um apartamento de 2 quartos está na faixa de $1500.

Como é o transporte público da sua cidade? Dá para se virar sem carro?

Durante os 2 primeiros anos aqui em Hamilton, não tive carro e me virei muito bem com o transporte público.

Aqui só temos ônibus, mas eles atendem bem toda a área urbana da cidade. Passam, geralmente, dentro do horário e com uma boa frequência. Como moro em uma região mais central, normalmente não precisava de mais do que uma linha de ônibus para chegar nos locais em que eu frequentava. No entanto, quem mora em regiões um pouco mais afastadas, precisa utilizar diferentes linhas e nem sempre os horários das mesmas “casam” bem. Isso é um ponto a ser considerado na hora de escolher a moradia.

Como é o custo de vida?

Como mencionei brevemente, o custo de vida é relativamente mais baixo do que em Toronto, mas acho que isso é somente em relação ao valor de aluguel, pois todo o restante é bem similar. A conta de luz, por exemplo, em um apartamento em que a lavanderia é de uso comum e não interna, sai por aproximadamente $45 por mês. O transporte público custa $3,25 se pago em cash ou $2,50 através do cartão Presto. O plano mensal sai por $110. A ida para Toronto, no entanto, para alguém que precisaria do transporte (Go Transit) durante 22 dias úteis, sairia por $408,10 (através do Presto) por mês.

Foi muito difícil encontrar emprego?

Considero que sou o tipo de pessoa que estava no lugar certo na hora certa. Quando tinha apenas um mês aqui no Canadá, encontrei uma oportunidade de voluntariado em uma ONG aqui em Hamilton. Me apresentei para o meu “shift” de 3 horas por semana, e depois que trabalhei o meu primeiro dia como voluntário, recebi uma ligação no dia seguinte, perguntando se eu tinha interesse em participar de uma entrevista para uma vaga part-time. Fiz a entrevista e acabei sendo escolhido para a vaga na área administrativa. Quase 5 anos depois, continuo fazendo parte da mesma empresa. Uso essa minha experiência para incentivar as pessoas a fazerem trabalhos voluntários, pois eles podem abrir futuras portas por aqui.

Pontos positivos e negativos sobre morar nessa cidade.

Os pontos positivos são fáceis de elencar: localização, boas escolas (McMaster e Mohawk College), cachoeiras, trilhas.

O ponto negativo é mais em relação às oportunidades de emprego. As maiores empregadoras daqui são da área siderúrgica (que ainda tem algumas indústrias), saúde, educação e na área social. As demais áreas, principalmente a tecnológica, é mais fácil encontrar oportunidade em cidades vizinhas ou em Toronto, mas para isso, existe o deslocamento diário que nem sempre vale a pena financeiramente e/ou física e emocionalmente.

Que conselho, ou dica, você daria a alguém que esteja pensando em morar nessa cidade.

Meu conselho para quem está vindo não somente para Hamilton, mas para o Canadá como um todo, é que tenha muito planejamento antes, principalmente financeiro. Para quem vem para Hamilton mesmo, recomendo pesquisar bastante sobre a cidade, seguir perfis de brasileiros que moram aqui nas redes sociais, tirar dúvidas, etc. Não escolham a cidade apenas porque o seu (ou seus) Youtuber (s) favorito (s) mora (m) por aqui, vejam primeiro se a cidade atenderá às suas necessidades e expectativas.

Criei há poucos meses um perfil no Instagram e tenho sido bem ativo por lá. Gosto de publicar coisas que considero relevantes, então se você gosta deste tipo de dicas, meu perfil é @vivendoemhamiltonblog e eu te convido a me seguir por lá.

*Todas as fotos são do arquivo pessoal do Reinaldo.


Se você mora em alguma outra cidade canadense e gostaria de participar desse projeto, me manda um email no baianosnopolonorte@gmail.com. Vou dar preferência a quem possui um blog, canal aberto no Instagram ou YouTube, sobre o Canadá. Mas não é obrigatório.

Veja outros posts da série como é morar no Canadá:

Toronto (ON)

 Mississauga (ON)

Bathurst (NB)

Victoria (BC)

Ottawa (ON)

Halifax (NS)

North Bay (ON)

Calgary (AB)

Brandon (MB)

Newmarket

Windsor (ON)

Burnaby (BC)


Esse projeto foi inspirado em outros posts similares, que recomendo a leitura

– Blog Colagem – Como é morar nos EUA
– Blog Canadiando – Imigração Canadense: Você conhece  bem o país que deseja morar?
– Expat Arrivals – Q & A about moving to Toronto
– Morar em Portugal – Perguntas e respostas sobre morar em Portugal.
– Blog Mapa de Londres – Como é morar em Londres

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

Deixe um Comentário