Passeio de barco para Cayo Blanco, uma ilha exótica em Cuba

Nós fechamos esse pacote com o agente da Air Canada no hotel. O Ray, o guia que nos levou para Havana, nos ofereceu um passeio de metade do dia, onde faríamos snorkel em Cayo Piedras del Norte e depois iríamos para alguma outra ilha que não lembro o nome. Pensamos em fechar com ele mas quando conversei com o agente da Air Canada ele nos mostrou um pacote de um dia inteiro, com parada para snorkel, interação com golfinhos em seu ambiente natural e a Cayo Blanco. Para quem não sabe, Cayo quer dizer pequena ilha em espanhol.

O pacote custou 101CUC por adulto e 49CUC por criança a partir de 7 anos. O agente deu uma cortesia para minha filha mais nova e disse que se alguém perguntasse, para eu dizer que ela tinha 6. Ninguém perguntou…

O ônibus nos pegou no hotel e nos levou até a marinha de onde partiu o catamarã. A tripulação do barco Cefeo era super animado! Teve música, open bar e muitas piadinhas. Antes de sairmos do hotel dei Gravol (o equivalente do Dramin) para minhas filhas e tomei um também para evitar qualquer surpresa. Mas o barco quase não balançou.

Fazendo snorkel em Cuba

Depois de uns 30 minutos, paramos no meio do mar para fazer snorkel. Água super transparente, muitos peixes mas uma correnteza danada. Meu marido foi com a minha filha mas ela ficou com medo e voltou para o barco. Antes de pular na água eles colocaram bóias em todos e deram um snorkel novo. Achei bem organizado e profissional.

Os golfinhos

Depois seguimos pelo e mar até a área onde estavam os golfinhos.

Assim como no México, há um Delfinario em Varadero. Nesse local eles tem golfinhos dentro de tanques para interagir com os turistas. Como nós não queríamos ver golfinhos presos, perguntei na hora que marquei o passeio se era nesse lugar e ele disse com todas as letras que os golfinhos estavam no mar, em seu ambiente natural. Beleza!

Porém quando chegamos lá, vi que na verdade era um grande tanque, no mar, numa outra filial do Delfinario. O sentimento de alegria em poder ver os golfinhos de perto se misturou com tristeza, ao vê-los presos.

Os turistas vão para uma plataforma dentro da água e ficam bem pertinho do golfinho. O bichinho dá pulos, gritos, beijos e em troca ganha peixes para comer. Pelo menos não fez nada daquelas coisas de pular argolas. No final todo mundo tira fotos com o golfinho do lado.

E por um adicional de 10CUC pode nadar em cima dele. Nós recusamos a oferta e voltamos para o barco. Não tenho nada contra quem gosta, apenas não curto esse tipo de coisa.

 

Eu achei que seria como o passeio para ver baleias que fizemos em Victoria, aqui no Canadá. Se soubesse que não ia ver os golfinhos soltos, teria escolhido fazer o mesmo passeio sem golfinhos. A opção saia por 69CUC por adulto ou 30CUC crianças. Ou  melhor, teria fechado com o Ray (o guia que nos levou para Havana), que foi super honesto e disse que se eu quisesse ver golfinhos ele me levaria no Delfinario.

O passeio do Ray custava 55CUC por adulto e 40CUC por criança. Eu super recomendo o Ray pela sua simpatia, honestidade e conhecimento. Se você quiser entrar em contato com ele, use o WhatsApp +53 52442422. Além de espanhol, ele fala, inglês, francês e entende portunhol.

Cayo Blanco, o paraíso é aqui

Após a experiência, seguimos direto para a ilha Cayo Blanco.

O lugar ainda é rústico e não vi nenhuma outra construção, além do restaurante. O almoço estava incluso no passeio. Comemos lagosta e camarão, que estavam deliciosos!

Depois ficamos na praia até a hora de ir embora, só curtindo esse presente que a natureza nos deu. Não vou nem tentar descrever a beleza desse lugar, pois as fotos falam por si. Fomos embora com um gostinho de quero mais. Ficaria uma semana ali, dormindo numa rede e sem nenhuma mordomia.

Cayo Blanco

A volta do passeio foi regada a muito rum Havana Club e Cerveza Cristal.

Apesar da decepção em relação ao golfinho, amei o passeio e recomendo. É só escolher o passeio, conforme o que você quer ver e fazer.

Continue lendo sobre Cuba:

Roteiro de 1 de em Havana, partindo de Varadero
Um rolé por Varadero e Península de Hicacos, em Cuba
O que você precisa saber antes de viajar para Cuba

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Ginapsi disse:

    Gostei do lugar, muito lindo. Maravilhoso esse azul do mar.

Deixe um Comentário