20 Curiosidades sobre a escola primária canadense

Hoje foi o primeiro dia de aula da minha pequena na escola primária. Parece outro dia que ela nasceu, como passaram rápido esses 4 anos e meioNIK_6825-webA professora dela, muito simpática, é descendente de portugueses. A Elena estava bastante feliz de finalmente ir para a escola de verdade, eu super nervosa. Coisas de mãe… Não choramos, eu e ela, apenas trocamos beijos e sorrisos. Fui muito forte nessa hora!

NIK_6775-web

O primeiro dia foi um sucesso, com direito a elogio da professora na hora da saída e tudo. #mãecorujamode 🙂

NIK_6779-web

Compartilho aqui 20 curiosidades sobre a escola primária:

1- Em Ontário o jardim de infância é dividido em dois anos, Junior e Senior, e as crianças estudam em tempo integral (full day kindergarten), ou seja, de 8:30h (9h em algumas escolas) às 15:30h. Aqui, na escola das meninas, liberam os pequenos 15 minutos antes, ou seja às 15:15h.

2- As crianças vão para a escola no ano que completam 4 anos.

3- O ano letivo começa em setembro e termina em junho, com 2 semanas de férias em dezembro (Natal) e outra em março (March Break).

4 – A rotina da chegada é deixar as crianças no pátio do lado de fora onde as professoras juntam seus alunos em filas e levam para a sala. No inverno as crianças fazem filas nos corredores.

5 – Lá não tem estacionamento então eles possuem um programa chamado kiss and ride, onde você pára o carro e entrega a criança para um funcionário da escola ou voluntário. Na saída a mesma coisa e as professoras ajudam.

6- Na maioria das escolas você não pode entrar e deixar o seu filho lá dentro ou na porta da sala. Aqui tinha que deixar no pátio. Como cheguei cedo a professora abriu uma exceção e me deixou tirar uma foto bem rapidinho da sala com o celular 😉DSCN0025-web

7- Os alunos do Junior Kindergarten começam devagar, indo por algumas horas no primeiro dia e só depois começam no horário normal. É uma oportunidade de visitar sua sala e conhecer a professora e os colegas, com hora marcada (cada escola tem seu procedimento).

8- Por causa do grande número de pessoas alérgicas é proibido qualquer lanche que contenha nuts (amendoim, castanhas, nozes, etc). Na sala dela ainda é proibido frutos do mar. As crianças com alergia precisam usar um bracelete e carregam uma seringa com remédio para ser usado em caso de choque anafilático.

9- Não é permitido fazer festinha de aniversário na escola, nem levar nada feito em casa para dividir com as outras crianças.

10- Como a nossa escola é católica tem que fazer oração na chegada, antes do lanche e na saída. Já recebi um papelzinho mandando praticar em casa.

11- Os pais recebem um calendário mensal com todas as atividades que a professora vai fazer, eventos, temas discutidos e o que a gurizada vai aprender.

12- Na sala de aula tem brinquedos e cadeira de balanço para a professora sentar enquanto conta histórias.

13- Alguns Kindergartens tem banheiros dentro da sala de aula mas quando o banheiro é no corredor as crianças vão em pares. Caso algo aconteça, o(a) amiguinho(a) volta para pedir ajuda.

14- As professoras não ajudam as crianças a se limparem (ela me explicou assim: somos proibidas de entrar ali com as crianças para evitar qualquer problema ou mal entendido). Bom e ruim ao mesmo tempo. Todos os pimpolhos de 4 anos ou menos precisam saber limpar o #1 e #2 sozinhos. Aqui em casa o #2 é um problema.

15- Praticam regularmente procedimentos de segurança do tipo o que fazer em caso de incêndio ou em caso de tiroteio na escola. Assustador mas necessário.

16- Não precisamos mandar nenhum material escolar, exceto uma caixa de lenço de papel, $10 e a mochila. Livros, papéis, lápis, etc são fornecidos pela escola.

17- Não há dever de casa no jardim de infância. Quando vão para a primeira série ao dever de casa é ler. A partir do grade 2 já tem tarefas regularmente. Já providenciei uns livrinhos de atividades.NIK_6779-web

18- Algumas escolas exigem padronização nas cores das roupas usadas pelos estudantes, outras não tem regras. Na nossa, a norma é parte de baixo azul marinho e parte de cima branca ou azul marinho. Eles tem um uniforme com logotipo da escola mas não é obrigatório. Nada de maquiagem, roupa curta/ decotada/ justa, jeans ou bonés. Eles ainda possuem uma cláusula especial claramente dizendo que a calça deve ser usada na cintura e não abaixo da bunda. 🙂

19- Se a criança vai se ausentar é preciso telefonar para a escola e avisar. É uma questão de segurança, assim eles sabem que a criança está em casa e não se perdeu no caminho para a escola. Se a criança falta muito eles involvem um assistente social. Se precisar faltar por mais de 15 dias (e menos de 30) seguidos precisa falar com o diretor e pegar uma autorização. Em caso de doença é preciso comprovar. Nesses longos períodos de ausência eles desenvolvem um plano de atividades para que a criança estude em casa.

20- Aqui as primeiras letras a serem ensinadas são S, A e T nessa ordem. As pessoas são ensinadas apenas letras de forma. Letra cursiva, aquela da caligrafia, só em algumas escolas particulares. O assunto é mencionado no Grade 3 quando eles aprendem sobre os colonos canadenses. A maioria das pessoas que encontrei até hoje tem dificuldades em ler a minha letra redonda. Já tive até ponto tirado em provas escritas pois o professora achou que a minha letra maiúscula estava “errada”. Depois disso sempre uso letra de forma nas maiúsculas e cursiva no resto. Odeio escrever letra de forma.

A maioria desses pontos era novidade para mim, já que mesmo morando aqui tantos anos não tenho experiência com a escola primária ou secundária em Ontário (cada província aqui tem sua regra e particularidades). Também não sei mais como é no Brasil, lembro de algumas coisas da minha época mas imagino que agora seja tudo diferente.


E aí pessoal é muito diferente de onde vocês moram? Deixem um comentário aí embaixo.

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

94 Resultados

  1. Monica Deoliveira disse:

    Ola, voce sabe algo sobre o French Immersion ? Ele depende do bairro que voce mora tambem? Se puder/souber, compartilhe conosco.

    • Livi disse:

      Oi Monica,

      O programa French Immersion é oferecido apenas em algumas escolas e existe um prazo para se registrar. Na hora que preencher o formulário você indica a escola que oferece o programa e atende a sua área. Em Toronto eles garantem que todos que se inscreverem no prazo poderão ingressar no programa mas não necessariamente na escola escolhida. Se não houver vaga a criança pode ser direcionada para outra escola. Cabe aos pais aceitarem ou não. No site do TDSB tem um vídeo bem explicado sobre o programa.
      Um abraço

  2. Aguinaldo Martins disse:

    Olá Livi! Gostei muito do seu blog, muito bacana o seu bate papo. Eu sou Aguinaldo ” pedagogo” gostaria de saber se existe algum site com atividades elaboradas pela escola do Canadá que eu possa visitar.

    • Livi disse:

      Oi Aguinaldo,
      Algumas escolas disponibilizam algumas atividades para alunos mas é através de uma classe virtual, o público não tem acesso.
      No geral o que faço é buscar mesmo na internet pois a escola da minha filha não tem isso ou livros didáticos, apenas apostila de exercícios.
      Um abraço

  3. Livania disse:

    Oi Livi, sua princesa nasceu ai? Fico pensando nas difilcudades das minhas filhas em ir para uma escola estrangeira.

    • Livi disse:

      Oi Livania,

      Minhas filhas nasceram aqui sim. As escolas daqui são muito bem preparadas para receber filhos de imigrantes e oferecem muito suporte. Fica tranquila que rapidinho suas filhas se adaptam. Beijos

      • monaliza disse:

        Ola Livi… chegando aqui no seu blog agora e ja gostando… meu medo tambem e esse… tenho dois filhos pequenos 3 e 5 anos, penso em imigrar e penso como sera deixar as criancas em um local onde nao sabem falar a lingua e nem o outro lado sabe entender. como e isso

        • Livi disse:

          Oi Monaliza,

          Todas nós mães temos esses medos mas tente se tranquilizar pois aqui eles são muito bem preparados para receber imigrantes que não falam inglês. Uma coisa posso garantir, seus filhos vão aprender a falar super rápido, você vai ver! Beijos

  4. Dayane disse:

    Olá, livi eu e o meu esposo estomas dando uma pesquisa pois gostaríamos de mudar de vida pretendemos mudar para o Canadá não sabemos nada sobre o país. Tenho duas filhas uma de 5 anos e uma de 2 anos, então quero saber como funciona escola pra idade delas, como é o custo de vida, trabalho pra mim é pró meu esposo e aluguel. Qual a melhor forma de ficar legal aí no país pra que as crianças possam estudar e a gente trabalhar?

    • Livi disse:

      Oi Dayane,

      Esse post tem dicas para quem vai imigrar com crianças e vai esclarecer suas dúvidas.

      Quanto a melhor forma de se tornar residente legal, não saberia te dizer. São tantas formas e as regras mudam com frequência. O melhor seria você buscar no site do departamento imigração canadense ou procurar a ajuda de um consultor de imigração.
      Um abraço.

  5. Marcelo Amorim disse:

    Oi Livi! Gostaria de saber se escolas para adolescentes (tenho um de 12 e outro de 14) são pagas ou gratuitas! Para condição de permissão de trabalho, no meu caso em Toronto?

    • Livi disse:

      A escola é gratuita até o segundo grau e como você tem visto de trabalho seus filhos podem estudar sem problemas. Eu tenho um post mais específico sobre matrícula, dá uma olhada. Um abraço.

  6. Mariana disse:

    Olá Livi, tudo bem?
    Meu filho está indo fazer o high school no Canadá, irá morar com minha irmã que mora em Mississauga. Estou procurando escola, onde eu posso verificar as notas das escolas?

  7. mabonanno disse:

    Oi Livi, engraçado ler esse seu post… justo hoje no jornal aqui no Brasil estava falando sobre o uso da letra cursiva em algumas escolas. Se deveria ser obrigatório ou não…. Mas me ajuda numa dúvida? Estamos tentando procurar uma casa baseando-nos na escola, mas ficamos assustados quando vemos uma escola com notas D, E, F.. devo me assustar ou para os nossos padrões brasileiros mesmo uma escola D será boa?
    Obrigada,

    Marilia

    • Livi disse:

      Oi Marilia,

      Eu evitaria uma escola com nota menor que 7, no Fraser Institute. Na própria classificação eles colocam verde, laranja e vermelho, se não me engano.
      Escolas com notas muito baixas são ruins, talvez pela zona ou pela qualidade dos professores. Espero que ajude.

  8. Oi Livi, to amando seu blog, tem me ajudado a tirar varias duvidas.

    Apesar de já estar bem explicadinho, me diz uma coisa, meu filho faz 4 em setembro/17, estamos nos organizando para chegar em Toronto em agosto, eu posso matricula-lo na escola ainda estando no Brasil, ou só posso dar entrada em quaquer processo da matricula dele quando estiver ai?

    Também sou Baiana, estamos indo em 2 casais, somos de Salvador!

    E mais uma vez muito obrigada por dividir suas experiências, são muito esclarecedoras!!

    Bjss

    • Livi disse:

      Oi Carina,

      Que legal que teremos mais baianos na área! Sejam bem vindos!

      Se você já souber seu endereço aqui e a escola que atende a área pode sim entrar em contato. Eles só vão completar a matrícula quando você trouxer os documentos necessários mas não custa conversar pelo menos pra pegar as orientações ou talvez garantir uma vaga. Nas escolas católicas você pode iniciar o processo online mas precisa marcar um dia pra levar os documentos, aí vc marca uma data em agosto. Tem mais informações sobre os documentos e como efetuar a matrícula nesses posts.
      Beijos

  9. Deise disse:

    Olá, gostaria de saber quantas criancas há por turma?

  10. Daiane disse:

    Oi Meu esposo recebeu uma proposta de trabalho no canada, tenho 2 filhos uma de 10 anos esta cursando a 4 ano e um de 3 e já estou preocupada com o estuda da minha filha ela não fala nada de inglês, as escolas ajudar nessa questão e complicado conseguir vaga?

    • Livi disse:

      Olá Daiane,
      Não há nenhum dificuldade em relação a matricular uma criança na escola mesmo sem falar inglês. Todas oferecem aulas de ESL no currículo para quem precisar.
      Abs

  11. Daiane disse:

    Oi Livi, tudo bem? Adorei seu post. Eu e meu marido estamos indo para Mississauga no final de Nov eu vou estudar e ele trabalhar. A minha filha vai completar 4 anos no final de Fev e pelo school board já localizei escolas públicas próximo de onde vou morar e também encontrei uma escola católica a St Philip. As escolas católicas também são públicas certo? Ou seja, não temos custos com mensalidades ou estou enganada? Você sabe se ela poderá ingressar na escola em Fev/17 mesmo o ano letivo já ter começado em Set/16. Muito obrigada desde já. Bj

    • Livi disse:

      Olá Daiane,

      Sim a escola católica também é pública. Se sua filha vai completar 4 anos em fevereiro de 2017 ela só entrará na escola em setembro de 2017. Se ela completasse 4 anos até dezembro de 2016 ela podia entrar em fevereiro do ano que vem sem problemas, mesmo estando no meio do ano letivo. Beijos

    • Priscila disse:

      Oi Daiane, tudo bem? Eu, meu marido e meus 2 filhos de 3 e 4 anos iremos em janeiro de 2017 para Mississauga também. Estamos no processo de visto , ele vai estudar e eu trabalhar inicialmente e ainda estudar ingles. Me passa seu email para trocarmos informações.!!! Boa viagem e sucesso na sua chegada. Livi adoro seus posts… sou baiana também kkkkk beijão

  12. Danielle Ramos Rocha Ribeiro disse:

    Oi Livi, pretendo me mudar para Toronto em dezembro do ano que vem e meu filho completo 4 anos dia 02 de dezembro do ano que vem, gostaria de saber se ele pode entrar na escola ou tem que esperar até setembro de 2018?

  13. Nathalia disse:

    Oi Livi. Adorei o seu blog. Estou com uma dúvida. Nós vamos nos mudar para Barrie. Meu marido vai fazer college e eu pretendo trabalhar. Nossa filhinha terá 1 ano quando nos mudarmos.
    A unica opção são os daycare e family care? O governo ajuda? Só existe opções pagas mesmo?

    Obrigada

    • Livi disse:

      Nessa idade só tem opções pagas mesmo Nathalia. A não ser que tenha alguém conhecido que fique com a sua filha. O governo oferece subsídio mas é preciso pedir e esperar aprovação. Mas tem que ver se como estudantes vocês tem direito, eu não sei te informar isso.

    • Renata disse:

      Oi Nathalia, eu moro em Barrie e tenho dois filhos, um de 5 anos e um de 10 meses, vcs já mudaram?

  14. berrieslovers disse:

    Oi, Livi, tudo bem? Amo seu blog, obrigada por compartilhar suas experiências e nos ajudar com dicas. Posso te pedir uma opinião?
    Estou me mudando para Vancouver em dezembro com minhas filhas de 6 e 10 anos. O inglês delas é médio e elas vão fazer um intensivo particular daqui até dez.
    A pergunta é: você tem ideia de como é a entrada das crianças no meio do ano letivo? Deve ser difícil conseguir vaga ne? Você conhece algum caso assim? As crianças sofreram muito para se adaptar, pegando o bonde andando? To super aflita com isso….
    Muito obrigada! Beijos

    • Livi disse:

      Oi,

      Acho que não há problemas pra conseguir escolas no meio do ano. Se por alguma razão a escola mais perto da sua casa estiver sem vaga eles mandam para alguma outra próxima. Não se preocupe que eles se encarregam de arrumar uma vaga e suas filhas não vão ficar sem estudar.

      Quanto a adaptação vai depender das suas filhas. Elas com certeza vão participar do programa de inglês como segunda língua(ESL) e terão o suporte necessário da escola. No começo elas podem ficar meio perdidas mas logo alcançam o resto da turma.

      Não se estresse, tenho certeza que vai dar tudo certo!

      Beijos

  15. Daniela disse:

    Oi Livi, tudo bem? Precisamos levar documentos traduzidos para matricular o filho na elementary school? Obrigada, bjs

    • Livi disse:

      Oi Daniela,

      Depende. Digo isso porque aqui em Toronto a maioria das escolas não pede. As minhas meninas nasceram aqui mas eu trouxe a certidão de batismo do Brasil, em português, e não pediram para traduzir. Em outras cidades o procedimento pode ser diferente. Confirma com a escola antes de fazer tradução de tudo. Um abraço

  16. Elza Aparecida Pereira disse:

    Oi! Sou a Elza, diretora de uma Escola Pública aqui no Rio Grande do Sul. Hoje (31/3/2016) um pai de aluno me informou que estarão se mudando para o Canadá (não lembro o estado). Ele tem um filho de 6 anos que está no 1º Ano. Já está alfabetizado. Ele me perguntou como funciona e eu não sei informar. Tu sabes me dizer se ele vai repetir o 1º Ano? Eles irão fixar residência, com visto permanente.
    Podes me passar algumas informações?
    Muito obrigada!

    • Livi disse:

      Olá Elza,
      Geralmente eles colocam as crianças na série apropriada para a idade mas podem colocar uma série a frente se acharem que a criança está adiantada.
      Se o menino for fazer 7 anos esse ano ele provavelmente vai começar o 2 ano em setembro aqui. Se eles chegarem antes do fim do ano letivo canadense, ele vai ficar no 1 ano até junho. Mas como falei antes, ele vai ser avaliado. A escola dá todo o suporte em relação ao aprendizado do inglês ou francês.
      Tem um post no blog que relata a experiência de uma família que veio pra cá e falam sobre a situação dos filhos na escola.

      Abs

  17. carol lobo disse:

    Oi Livi… Estamos chegando em agosto…Tenho um filho de 6 anos que cursa atualmente o 1º ano. Vc acha que ele então repetirá o 1ª ano quando chegarmos? Gostaria de saber se sua filha ainda estuda no colégio católico? E vc acha que os colégios católicos são mais organizados? Gostaria de saber os motivos que te levaram a matricular na escola católica.

    Obrigada!

    Bjs

  18. Aline disse:

    Oi Livi!!!! Muito bom este post!
    Você sabe me dizer os horários que as crianças do JK comem na escola? E você tem dicas do que mandar pro lanche? Morro de medo da minha filha passar fome ou sede na escola. Beijos!!!!

    • Livi disse:

      Oi Aline,

      O JK/SK agora é full day e eles começam no mesmo horário que as outras crianças, 8:30h ou 9:00h dependendo da escola. O horário de saída é 15:30h mas aqui na escola do meu bairro, por exemplo, eles liberam os pequenos 10 minutos antes para evitar a confusão.
      Eu falei um pouco sobre o lanche nesse post aqui. Eu mando frutas, biscoitos, iogurte etc para lanches (o que elas gostam e que não contém nuts) e para o almoço mando comida normal (arroz, feijão, carne) ou sanduíche.
      Abs

  19. Flávia disse:

    Ameiiiiiiiiii esse post, adoreiiiiiiii.
    Amei seu Blog.
    Livi, vi que as escolas católicas são bem legais, eu vou para província de Ontário, ano q vem, vou pra perto de toronto, sou cristã tb , mas sou evangélica, meus filhos não foram batizados na igreja católica, será q isso será um impedimento para matriculá-los em escolas católicas? achei o máximo não ser particular e o ensino parece ser bem legal.
    Post recheado com informações valiosíssimas! bjssss

    • Livi disse:

      Olá Flávia,

      Para matricular em escolas católicas é preciso que a criança ou um dos pais tenha certidão de batismo. Lembrando que os ensinamentos são católicos, no segundo ano eles fazem Primeira Comunhão e no sétimo, confirmação. As crianças também participam de missa regularmente.

      Há pais que escolhem não fazer a Primeira Comunhão dos filhos e durante a missa os alunos são obrigados a ir na fila de comunhão com os braços cruzados. Ou seja, expõe a criança a um constrangimento que eu acho desnecessário. Se você não se importar e tiver um certificado de batismo seu ou do marido não há empecilho para matricular.

      Dá uma olhadinha também nesse post que fala sobre os pré-requisitos de matrícula de um modo geral.

      Beijos

    • leilane disse:

      Oi Flavia tudo bem? tambem vamos para Ontario, e sou evangelica. Meu marido foi la no Canada mes passado, e realmente precisa de certificado de batismo. O jeito vai ser pagar uma escola particular cristã… se voce descobrir alguma gratuita crista, me avisa por favor. obrigada

  20. Beatriz disse:

    Oi Livi. Adorei seu post. Vou começar a acompanhar você. Eu estou fechando um curso de inglês com arquitetura para junho em Toronto e como é um mês de aula preciso levar meu filho de três anos, mas a agência já descartou uma creche para ele. Você saberia me indicar algum local que peguem crianças temporárias ? Preciso muito fazer este curso e por isso estou procurando informações a respeito.
    Obrigada
    Beatriz

    • Livi disse:

      Oi Beatriz,

      Existem várias opções neste caso. Como você planeja vir no mês de junho talvez consiga matricular seu filho num summer camp para toddlers. Muitos lugares oferecem, inclusive creches. Geramente os summer camps cobram por dia ou por semana. Dá uma olhada em um que seja full day. Na prefeitura os programas começam em julho e a matrícula é em Março ou abril, leia mais nesse post.

      Creches públicas geralmente não aceitam crianças por um mês mas talvez uma creche particular (um pouco mais cara) aceite. O custo para um mês vai ser uns Cad$1000 ou mais.

      Veja junto a instituição que você vai fazer o curso se oferecem ou indicam um lugar para os filhos dos estudantes. A Ryerson, por exemplo, tem uma creche.

      Um abraço,
      Livi

      • Flávia disse:

        Livi, não imaginava q vc respondia tão rápido, muitíssimo obrigada pelo carinho!!!
        ah, que pena, eu sou evangélica… mas obrigada.
        Livi, se não for pedir demais, você conhece alguma escola cristã, na província de ontário , que não seja então católica, e que não seja particular?
        Se puder me responder, eu agradeceria, mas se também não souber, eu te agradeço da mesma forma!
        Um bj e por favor, continue escrevendo, amo seus posts.

        • Livi disse:

          Oi Flávia,

          Infelizmente não há nenhuma outra escola cristã gratuita em Ontário, só grupos de estudos dentro das próprias igrejas.
          Beijos

  21. Juliana disse:

    Olá livi
    Estamos querendo ir para o Canadá ano que vem. E tenho uma dúvida muito grande.. Ainda não consegui entender.
    Tenho duas filhas de idade escolar uma de 4 e uma de 8, que qdo formos estarão com 5 e 9. Meu esposo vai com visto de estudante e eu dependente. Nesse meu caso a escola das duas e paga?
    Se sim qto?? VC sabe?
    Obrigada
    Muito bom o seu blog me ajudou em várias coisas. Parabéns!

    • Livi disse:

      Oi Juliana,

      Qual o curso que ele vai fazer? Se for apenas um curso de inglês suas filhas não terão direito a estudar gratuitamente. Mas se for algum curso de college ou universidade aí elas podem estudar gratuitamente. Vou dar uma pesquisada pra ver se acho o preço. Abs

      • Juliana disse:

        Ola livi..muito obrigada!!!! Por me responder, essa dúvida estava me matando!! Hehehee e não tem nenhum site dizendo especificadamente.

        Ele vai fazer college de dois anos, acho que letras, ele está pesquisando os colleges. Vamos ficar em Alberta!

        Abraços!

        • Livi disse:

          Ok, nesse caso tenho certeza que aqui em Ontário é assim e acredito que em Alberta também (veja nesse link, página 4 que eles explicam. Suas filhas podem estudar nas escolas públicas sem pagar. Só um detLhe, em Alberta as vezes eles cobram umas taxas para pagar material, não tenho idéia de quanto custam. Aqui em Ontário os professores pedem $15-$20 no início do anos apenas. Abs

  22. mamaedetri disse:

    Oi Livi, que delicia suas publicações super detalhadas e cheia de carinho de mãe. Sou mãe de trigêmeos e estou amando suas dicas. uma pergunta. Como funciona a escola pública em toronto para criança especial. Tenho trigemeos mas meu menino é autista. Aqui no Brasil pago escola particular e uma mediadora (particular também) para ficar todo tempo ao lado dele ( adaptando o material escolar, ajudando na hora do lanche, banheiro, etc…). Como funciona aí ? Vc saberia me tirar essa dúvida ? Ele pode estudar em uma escola regular ou somente em alguma escola particular especial ? Muuuito obrigada, vou te adicionar tambem no meu face !

    • Livi disse:

      Oi Mamaedetri,

      Todas as crianças com necessidades especiais não pagam para estudar e tem apoio dentro da escola, a política aqui é de inclusão. Na escola das meninas tem autistas que estudam na mesma sala dos demais. Se eles necessitarem de acompanhamento, a escola fornecerá. Os pais precisam informar tudo na hora da matrícula para que eles avaliem qual o tipo de acompanhamento a criança deve ter.
      Pode me adicionar no Face e curte a página do blog também.
      Abraços

  23. Deborah disse:

    Olá, que maravilhoso esse post. Estou gravida e estou indo para toronto ficar com meu noivo, e decidimos ter o bebê em toronto, achamos melhor termos a nova família nesse momento. E seu blog está sendo muito Bom.!!! Obrigada linda.

  24. Alexandra disse:

    Boa noite, achei seu blog o maximo. Estamos com planos de ir para o canadar. Mais minha preocupação é com meu filho que vai fazer 4 anos. Como devemos proceder, uma vez que vamos precisar trabalhar, nao sabemos nada de ingles, tenho medo de nao conseguir ajuada-lo e fico imaginando como é a comunicaçao entre professor e aluno nao falando a mesma lingua, ainda mais criança. Vc tem diga? Acha q vale s pena?

  25. Eloísa S disse:

    Olá! Adorei o post!
    Estamos planejando nossa mudança para abril de 2016. Vamos eu, meu esposo, uma filha de 6 anos, um filho de 1 ano e um bebê que terá 2 meses na época.
    Temos muuuuuitas dúvidas! rs
    A principal é: quanto custa (em média) a creche para uma criança de 1,5 ano e outra de 4 meses para meio período e para o dia inteiro nas redondezas de Toronto?
    Se tiver essa informação, mesmo que por alto, vai me ajudar muitão!!
    Obrigada!!
    Sucesso!

    • Livi disse:

      Olá Eloísa,
      Dei uma olhada no site das creches públicas daqui e o preço para uma criança de 1,5 ano fica $95.16 e $106.90 por dia das 7 as 18 horas. Você pode aplicar para subsídio, que é o que a maioria das pessoas fazem, e o custo diminui bastante. Mas não sei informar no momento quanto seria. Existem opções de creches particulares, que tem preços diferenciados e também pessoas que tem creches em casa e cobram mais barato. Dá uma olhadinha nesse link que eles explicam todas as condições de preços da prefeitura de Toronto.
      Estou pesquisando e preparando um post mais detalhado sobre o assunto, segue o blog no Facebook ou colocando seu email lá em cima do lado direito para ser avisada de novas publicações.
      Abraço!

  26. Christiane Quaresma disse:

    Oi Livi! Adorei seu Blog, mas não sei se passou despercebido, mas uma das minhas maiores preocupações é que meus filhotes não falam inglês, como é isso nas escolas, existem escolas publicas que ajudam nesta transição ? Escolas que falam os dois idiomas ou que inicie a criança no inglês?
    Estamos na preparação para imigrar… não li todo seu blog ainda, mas preciso tanto de ajuda, estou sozinha para programar, nao conheço ninguém ai e as burocracias e dúvidas e mais dúvidas. preciso muito de ajuda e poucas pessoas dispostas a ajudar… rsrs
    Mas se vc tiver algumas dicas ou grupo de brasileiros que estão se preparando para ir também, vou agradecer… Quero poder realizar este sonho com minha família também!
    Muito Obrigada e Beijos
    Chris

    • Livi disse:

      Olá Christiane,

      Entendo bem suas preocupações. Escrevi sobre a questão da criança não falar inglês nesse post aqui
      Se você puder já comece a praticar o inglês com seus filhotes. Qualquer escola pública oferece o suporte para os alunos que não falam inglês. Eles ficam num grupo de apoio.

      Conheço grupos no Facebook de brasileiros em Toronto como Brazilians in Toronto e Pequenos Empreendedores Brasileiros em Toronto mas nenhum de pessoas vindo. Talvez alguém nesses grupos saibam.
      Fique tranquila, ajudo no que puder.
      Abs

  27. Stephanie disse:

    bom dia Livi estou indo pro Canadá em setembro de 2016 e meu filho estará com 2 anos gostaria de saber como funciona a educação ai pra idade dele? ele ficaria em uma creche? tem creches públicas ou só pagas?Obrigada.

    • Livi disse:

      Olá Stephanie,
      Antes de ir para a escola as crianças ficam na creche, todas pagas. Existe, entretanto, um subsídio do governo que diminui bastante o custo. É preciso se inscrever no programa e esperar. Vale ressaltar que a maioria das creches tem longas listas de espera e é preciso esperar um pouco para conseguir vaga. Abraço!

  28. kellym santos disse:

    Oi Livi! Amei seus post , estamos amadurecendo a possibilidade de imigrar para Toronto tenho parentes que já estão a 10 anos legalmente no Canada.. Mas, temos uma princesa 3 anos e estamos já acostumando ela com idioma inglês seus post sobre a rotina do colégio ai nos ajuda a começar praticar algumas dessas mudanças sutilmente … Obrigado

  29. Fernanda Franco disse:

    Qual é o nome da escola? Estou indo proxima semana para Toronto, vou morar ai inicio do proximo ano e gostaria muito em minha ida na proxima semana visitar algumas escolas que possuem Kindergarten. Vc indica algum? pode me passar os nomes?

    • Livi disse:

      Olá Fernanda,
      O ideal seria você verificar as escolas próximas a região que quer morar. Outra coisa, aqui dificilmente você chega e entra numa escola para visitar, é preciso marcar com antecedência. Tenho um post falando onde você pode ver a avaliação das escolas daqui, dá uma olhada. Um abraço

  30. Wilmari Naia disse:

    Boa tarde Livi!
    Estou indo no inicio de Janeiro de 2016 para morar em Toronto, tenho uma filha de 3 anos e quando chegarmos ai ela já terá 4 anos. Vou morar próximo ao Centennial College. Sabe algo das escolas das proximidade? E se ela com essa idade já pode ir para escola publica? Vou vom visto de trabalho e meu esposo de estudo e trabalho.

    Muito obrigada,

    Wilmari Maia

    • Livi disse:

      Oi Wilmari,
      Com 4 anos ela já vai a escola sim. Provavelmente a escola vai colocar ela no ESL também, tudo gratuito.
      Você pode ver a classificação das escolas daqui. Dá uma olhada na parte de educação do post geral de Toronto. Tenho vários posts lá que podem te ajudar.

      Qualquer dúvida me fala.

      Abraço,
      Livi

  31. Daniela disse:

    OI Livi
    Andei lendo seu blog e tudo que diz respeito ao Canada, me interessa muito.
    Estou indo em junho 2015 com meus dois filhos de 10 e 7 anos. Farei curso de inglês durante um ano e se gostarmos….pretendo ficar.
    O que quero saber é se vc sabe se tenho direito ao ensino publico…entrando com visto de estudo?
    Vocês gostam de moram ai? Sua filha se adaptou bem?
    Obrigadao

    • Livi disse:

      Oi Daniela,

      A questão de adaptação não foi um problema pois minhas filhas nasceram aqui. Nós gostamos de viver em Toronto mas acho que depende de cada um né? Tem a questão do clima, da distância da família, etc.
      Respondi essa pergunta sobre poder estudar na rede pública no post sobre elegibilidade nas escolas, dá uma olhada e se ainda tiver alguma dúvida me avisa. Um abraço.

  32. carlagranato disse:

    Oi Livi,
    Adorei o seu blog. Cheguei até aqui pois estou pesquisando sobre escola em Toronto.
    Mudamos o Canada há 3 anos e moramos em Surrey, nos arredores de Vancouver, e vamos nos mudar para Toronto no meio do ano.
    Meu marido começou a trabalhar aí em Janeiro desde ano e vai e volta toda semana. Ele está por enquanto em um hotel em Richmond Hill, pois é perto da empresa onde trabalha e devemos mudar para essa região também.
    Por acaso você mora próximo à essa região? Estou buscando informações sobre escolas nesta área, tenho dois filhos: a Beatriz de 7 e o Nicholas de 4. Fiquei contente em saber pelo seu post que as crianças aí tem direito à ir para a escola já com 4 anos… Aqui pagamos um $$$ para ele frequentar o daycare.
    Beijos,
    Carla

    • Livi disse:

      Oi Carla,
      Seja bem vinda! Que legal que vai mudar para cá, vi que é blogueira também e vou acompanhar suas aventuras. Tenho muita curiosidade em saber sua opinião em relação as duas cidades.
      Bem, eu não moro em Richmond Hill mas é uma cidade boa para morar. O meu conselho é você checar a avaliação das escolas no Fraiser Institute, já te dará uma boa base do que presta e do que não presta. Expliquei sobre como olhar as avaliações no post sobre as escolas em Ontário. Fiz outros posts falando do kindergarten, se interessar o primeiro da série é sobre o currículo.
      Tem uma comunidade no Facebook chamada brasilerias de Toronto, talvez se você perguntar lá alguém possa te dar dicas específicas da região. Vou tentar te adicionar por email.
      Qualquer coisa sabe onde me achar.
      Um abraço

  33. Oi Liv,

    Acabo de chegar aqui, em toronto.
    Meu filho tem 4 anos e começou na escola nesta segunda e eu estou super estressada com todas as mudanças.
    Eu tenho ficado no corredor da escola e hoje , ele me olhou com olhos cheios de lagrimas pois não conseguia fazer ” a tarefa” … ele fala toda hora eu não falo inglês mamãe…
    E uma escola católica aos arredores do Bairro Bedforpark..
    Meu coração em frangalhos .
    No Brasil ele era super independente , nem queria que nós levassemos na sala.
    um desabafo..

    • Livi disse:

      Oi Mariana,
      Sei bem o que vocês devem estar passando, para ele deve estar sendo bem difícil pegar o bonde no meio do caminho e ainda sem falar inglês. Minha dica para você é algo que me ajudou bastante quando a minha filha começou a escola. Se ele estiver estudando meio período, procure uma atividade no centro comunitário mais próximo da sua casa. Veja o Toronto Fun Guide, são cursos oferecidos pela prefeitura de Toronto e custam barato. Pode ser um esporte ou outros cursos para ele interagir e ficar em contato com o idioma.

      Na própria escola deve ter curso de reforço para alunos que não falam inglês, é de graça e seu filho tem direito. No meu caso a minha filha sendo canadense não qualificava.

      Desejo boa sorte para vocês e sejam bem vindos ao Polo Norte!

  34. Olá pessoal!
    Desejo o melhor para a Eloisa. Que a escola seja um local de aprendizado nos livros e para a vida.
    Gostaria de compartilhar com vcs a nossa experiência aqui em Zurich, Suíça.
    – Kindergarten dura 2 anos e entra apenas as que completam 4 anos até 21 de abril. Aqui em casa tenho 2 de julho (só aos 5) e uma de março.
    – Bella tem 1,8 e problemas no desenvolvimento motor. Por isso vai começar aos 3 uma escola especial que ensina como se portar na escola pública.
    – Ensino ministrado em alemão a partir do fundamental. Como o dialeto é alemão suíço em alguns casos um segundo professor é solicitado para mostrar a diferença entre o idioma e o dialeto.
    – Escola de alta qualidade, super rigorosa e nada (mas nada mesmo) criativa. Meu mais velho sofreu bastante para adaptar (vai pro primeiro ano em atos/2014). No Br ele estudou na Maple Bear, escola canadense, e saiu do JK lendo em inglês e no processo de leitura do português. Por aqui só alfabetizam (em alemão) pela 3° série. Esse ano ele começa um curso para escrever em inglês (particular).
    – Kindergarten das 8:30 as 11:45. A partir da elementar: 80:30 as 15:00. Todas as atividades extras fornecidas pela escola são gratuitas (esportes, ciências, cultura local). Existem escolas de todos os idiomas, particulares.
    – Todas as refeições devem ser fornecidas pelos pais. Depois do 1° ano vc pode pagar para a criança comer na escola.

    Muito obrigada pelo blog. E por favor, siga nos atualizando sobre as novidades daí. 🙂

    • Livi disse:

      Oi Juliana,
      Muito obrigado por compartilhar sua experiência na Suiça! Tenho família que mora aí e estudaram em escolas Waldorf, mas como eles foram educados exclusivamente na Suíça não tem base de comparação com o Brasil. Interessante isso de só alfabetizarem depois, será que é para não fazer confusão entre dialeto falado e idioma escrito?
      Continuo aqui sim, meio devagar esses últimos meses mas em breve retomarei o ritmo.
      Um abraço

  35. Priscila disse:

    Oi Livi,

    Moro em Oakville, Ontario e tenho dois meninos. O mais velho esta no grade 2 e o pequeno começou no JK agora em setembro. A escola é pública católica e full day. Eu estava bem apreensiva com a questão do banheiro, pois o pequeno precisa de ajuda pra se limpar, mas esta sendo bem tranquilo, a professora esta auxiliando neste momento, pelo menos agora no começo. Quanto ao resto, é tudo muito parecido com o que você escreveu e a questão da lição de casa, é assim mesmo como a Ana comentou, bem escassa. rsrs. Exceto pela leitura, todos os dias vem um livrinho para ler em casa. O meu filho mais velho já esta nos chapters’ books, como ele diz.
    Eu ainda me encanto muito com as escolas daqui, as salas de aula são bem lúdicas, especialmente pela perspectiva de que são públicas.

    Bom ano escolar aí!

    • Livi disse:

      Oi Priscila,
      Ainda bem que a professora aí é bem compreensiva, para quem é full day eles tem um ECE também na sala então acho qu facilita bastante né? Em relação a escola aqui, tive uns aborrecimentos nos primeiros dias (falei sobre isso lá na página do Facebook) mas agora as coisas estão se arrumando. Vou me candidatar a voluntária na sala da minha filha pois quero ver exatamente como é. Também não custa ajudar. 🙂

      Bom ano escolar para vocês aí também!

  36. Jorge disse:

    Gostei de ler e saber que Elena gostou da escola me fez muito feliz e sua mãe quando levou voce para a escola na primeira vez deve ter passado pela mesma situação, naquela época a escola era diferente e melhor, hoje, devido as mudanças efetuadas por ditos “pedagogos” de grande conhecimento, o ensino ficou bem fraco e até a redação que eu fazia quando ainda estava no primário aprende-se em cursinhos inclusive o Enem andou tomando providências para não aprovar erros de português ou textos que não versem sobre o tema da redação . Sophia está com a carinha de quem está analisando o ambiente, será que sentiu a falta de Elena? Conte depois.
    Elena ficou linda no uniforme e o sorriso dela é priceless.
    Beijos para voce e outro para as meninas

  37. Ana disse:

    Aqui tem algumas semelhancas, mas vamos as diferencas:

    – aqui em bc (ou pelo menos em Vancouver) sao 2 semanas de pausa no fim do ano e no sping break.
    – as criancas entram na escola no ano em que completam 5 anos.
    – desde uns 2 anos, o kindetgarten e o dia todo, mas eles fazem um gradual entry nas primeiras semanas, com apenas poucas horas durante uns dias.
    – nas duas escolas da minha filha praticamente nao tinha dever de casa nunca! So na terceira serie e que comecou alguma coisa e era so uma vez por semana e olhe la. Eu estranhei no inicio, mas tb me explicaram que aqui as criancas ficam na escola em tempo integral. No Brasil nao, e geralmente meio periodo, entao o dever de casa seria pra prolongar um pouco mais essas horas com atividades escolares, mas nao na escola.
    – aqui nao tem uniforme nas escolas publicas, nem nenhuma orientacao sobre roupa.

    Pergunta, Livi, a escola catolica ai e publica? Eu nao lembro de ter encontrado escolas catolicas publicas aqui em Vancouver, somente particulares.

    Boas aulas pra Elena! 🙂

    • Ana disse:

      Cheio de erros! Detesto esse teclado do ipad, viu? Argh!

    • Livi disse:

      Quem sou eu para julgar erros no iPad hehehe

      – Cometi um engano, na verdade as férias do fim do ano aqui também são 2 semanas, mas no March Break é 1 só.

      – As escolas católicas aqui são públicas sim e tem muitas. Na área onde moro posso escolher entre duas escolas católicas e uma pública sem afiliação religiosa. Dizem que o ensino e a disciplina na católica são mais puxados do que nas públicas, não sei. Estudei em escola católica no Brasil e confesso que detestei viu e por isso não queria colocar as meninas mas até que essa está me parecendo diferente, ninguém que trabalha na escola é padre ou freira e em alguns pontos eles são até bem modernos. Vou colocando novidades 🙂

      – Em relação ao uniforme todas as escolas católicas tem uniforme e algumas públicas também adotam cores padronizadas.

      – Aqui mesmo em tempo integral o filho de uma amiga que começou o grade 1, na escola católica, tem homework todos os dias. Ele fica super chateado pois antes não tinha nenhum e agora tem “um monte”. hehehe Faz sentido o que você falou

      Duas perguntinhas: o Kindergarten aos 2 anos é free ou precisa pagar? Aqui é considerado preschool e é pago, o kindergarten público só com 4 anos. São oferecidos em escolas particulares, creches ou centros comunitários, como o que a Elena frequentava. Quando começam aos 5 anos já vão para o grade 1 o ainda é kindergarten?

      Boas aulas para vocês aí! 🙂

      • Ana disse:

        Acredita que só agora vi tuas perguntas? #fail Desculpa o atraso.

        Kindergarten aqui é gratuito no sistema público. Antes disso (até 4 anos), é preschool ou daycare e é particular. No ano que a criança faz 5 anos, vai pro Kindergarten na escola (pública ou particular). Grade 1 é com 6 anos. Alice faz 7 em outubro e vai pro grade 2.

  38. Jaque disse:

    Você acaba de ganhar uma leitora assídua e voraz! Eu sou educadora e saber como é o ensino Canadense é uma das minhas curiosidades! Conta mais, conta mais!

    • Livi disse:

      Oba! Agora com a Elena na escola vou falar sempre no assunto. Escrevi um outro post também você viu? O link é esse.
      Compartilha sua experiência no assunto também!
      Bjs

Deixe um Comentário