Costumes brasileiros relacionados a comemorações, que eu não adotei no Canadá

O tema desse mês do Projeto Mães no Canadá me deixou muito pensativa. Tínhamos que escrever sobre costumes brasileiros, relacionados a filhos e maternidade, que a gente faz, ou não, no Canadá.

Para quem não sabe, cheguei aqui em 1998, com 19 anos. De lá para cá, mudei muito a minha forma de pensar e claro, adquiri costumes que não tinha antes, como esses que falei nesse post. E esse em relação a maternidade

Para mim é muito importante manter a cultura e costumes brasileiros em casa, afinal essa é a minha identidade. Começando pelo idioma, que é uma luta diária para manter. Leia o que já escrevi sobre bilinguismo.

Porém, depois de passar metade da vida no Canadá, algumas coisas perderam o sentido para mim, ou são modismos novos que não vivenciei. Então vou compartilhar com vocês 5 costumes/modismos brasileiros que não fazem mais parte da minha vida. Como já falei sobre educação e costumes gerais em outros posts, esse será sobre comemorações.

Vale lembrar que isso não é uma crítica a quem faz diferente, é apenas o meu jeito de fazer as coisas. Cada um faz o que gosta, o que pode e o que traz alegria.

Fazer festão de aniversário infantil

Como já expliquei nesse post, as festas de aniversário no Canadá são muito mais simples do que no Brasil. Aqui eles costumam fazer uma comemoração pequena, e os convidados costumam ser somente os amiguinhos do aniversariante. Adultos só são convidados quando as crianças são menores e precisam de supervisão.

O número de convidados gira em torno de 10, no máximo 15 crianças. A comida também é bem simples. Somente bolo ou cupcakes, pizza, pipoca, chips e frutas.

Eu adotei o modelo canadense de fazer festa, ao invés do brasileiro. Acho muito mais prático e as crianças se divertem muito mais. E o objetivo da festa de aniversário é esse né? Comemorar o dia e ser feliz.

O único aniversário que fiz festão foi o de 1 ano da minha primeira filha (foto acima). Nós fomos comemorar com a família no Brasil e acabamos entrando no esquema buffet, decoração profissional, garçons e a família inteira. No final, gastei uma nota, achei um stress e a Elena não se divertiu nada. Nunca mais!

Nos anos seguintes as festas diminuíram consideravelmente de tamanho. Eu mesma organizo tudo, monto uma decoração simples, compro bolo, docinhos, salgadinhos, pizza e pronto. Agora as meninas estão com 8 e 10 anos e a cada aniversário, a festa vai ficando menor.

UPDATE: Só para complementar, me perguntaram no Facebook se há empresas brasileiras aqui que fazem festas e a resposta é sim. Se você prefere fazer uma festinha mais elaborada, há vários profissionais brasileiros talentosos que fazem docinhos, salgadinhos, decoração de festas e fotografia.

Fazer mêsversário

Comemorar mêsversário de bebê com bolinho e festinha é um modismo que não adotei. Na verdade quando minhas filhas nasceram (2009 e 2011) acho que isso nem existia.

O único mês que comprei um bolinho no mercado para celebrar foi 6 meses. Mas não fizemos festa. Foi só desculpa para comer bolo mesmo.

Fazer festão de 15 anos

No Canadá a comemoração acontece com 16 anos (Sweet 16) e não 15. Algumas pessoas escolhem fazer festão mas a maioria celebra convidando as amigas para uma festa mais simples.

Quando as minhas filhas chegarem nessa idade não haverá um baile de debutantes e sim uma festa menor, ou viagem especial. Mesmo quando morava no Brasil, já achava esse tipo de festa um exagero. Nos meus 15 anos não quis nada disso.

Dar presentes no Dia das Crianças

O Dia das Crianças como é celebrado no Brasil, com os pequenos recebendo presentes, não existe no Canadá.

No Canadá temos o National Child Day. A data é importante pois no dia 20/11/1959 a UNICEF oficializou a Declaração dos Direitos da Criança. Esse documento estabelece uma série de direitos válidos a todas as crianças do mundo como alimentação, amor e educação. Nesse dia geralmente as crianças são ensinadas sobre os seus direitos e fazem atividades relacionadas. Nesse site você pode baixar poster e atividades para fazer com as crianças. Mas a verdade é que quase não ouvimos falar do dia aqui em terras geladas.

Não adotamos o costume de dar presentes no dia 12 de outubro e até o momento que eu estava escrevendo esse post as meninas nem sabiam que o dia existia. Mas me viram escrevendo e protestaram que no Dia das Mães e Pais, nós ganhamos presentes. Então elas deviam receber no Child Day. Me ferrei…

Costumes São João

Fazer festa de São João

De todas as coisas que citei acima, essa é uma das que tenho saudade. Eu e o marido adoramos São João daquele jeitinho bem nordestino. Até já fizemos algumas comemorações aqui, mas a festa junina foi ficando para segundo plano diante da nova realidade, até desaparecer completamente.

Você pode achar estranho ver o São João na lista, mas para mim a festa junina é uma comemoração familiar. Na minha casa era sempre uma data que todo mundo se reunia para fazer os bolos, canjica, pendurar bandeirolas, etc. E todo mundo ajudava, inclusive as crianças.

E você, ficou curioso sobre outros costumes que não falei no texto? Então deixe uma mensagem aí na caixa de comentários que eu respondo.


Projeto Mães no Canadá

Esse post faz parte do Projeto Mães no Canadá, onde eu e outras blogueiras/Youtubers brasileiras, contamos nossas opiniões sobre um mesmo tema.

Passa lá nos outros blogs/canais para conferir as dicas:

Adriane | Like a New Home
Alessandra | Canadiando
Amanda | Viva Canadá
Beatriz | Biba Cria
Carol | Fala Maluca
Carol | Minha Neve e Cia
Danielle | Vidal Norte
Gabriela | Gaby no Canadá
Mariana | De Bem Com a Vida
Renata | Mala Inquieta
Vanessa | Partiu Canada

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

Deixe um Comentário