Como montar um jogo de escape room para crianças

Quando a data do aniversário das minhas filhas se aproxima eu já fico tensa pensando como vou fazer a festa. Aqui no Canadá não é costume fazer festão de aniversário infantil e sou adepta desse costume (já falei sobre isso nesse post). Geralmente alugamos um desses lugares próprios para fazer festa mas como a Elena está completando 11 anos e está numa vibe diferente, pediu fazer alguma coisa em casa mesmo. E para divertir essa criançada, sugeri montar um escape room. Ela adorou a ideia!

Depois da minha brilhante sugestão me dei conta que eu não sabia nem por onde começar a montar um jogo assim. Até achei algumas dicas de como criar seu próprio jogo mas sinceramente, com a rotina super corrida que tenho, fiquei com medo de não dar conta. Pesquisei mais um pouco e encontrei um site chamado The Game Gal com tudo que eu precisava!

O site foi criado pela Paige, que é mãe de 3 e apaixonada por jogos. The Game Gal é um site repleto de ideias e sugestões de atividades que divertem a família toda. Tem muitas coisas legais, inclusive 4 jogos de escape rooms feitos para crianças e adolescentes. Os kits em PDF custam US$25 e possuem todas as instruções que precisamos para montar nosso próprio jogo, além da arte pronta para imprimir. Já vem com história, convites, quebra-cabeças, instruções e lista de materiais. Além de prático e bem pensado, a arte foi feita de uma forma que não gasta toda a tinta da nossa impressora, pois a maioria é texto em preto e branco.

A faixa etária das crianças na festa era de 8 à 12 anos, então escolhi o escape room Color Crisis. A Paige foi super legal e nos presenteou com o jogo. Os outros 3 são indicados para adolescentes a partir de 12 anos. Fica a dica, caso você queira fazer uma festa dessa aí na sua casa.

A história de Color Crisis

Um meteoro misterioso drenou toda a cor da terra e o mundo está preto e branco. As únicas cores restantes estão guardadas em um cofre subterrâneo (no meu basement haha). O grupo precisa entrar no cofre, resolver 6 quebra-cabeças e devolver as cores ao mundo. Super gracinha!

escape roomFoto: Divulgação The Game Gal

Montando o jogo

Ao todo eram 10 crianças para brincar, então dividi em dois grupos e fiz duas escape rooms. Imprimi duas cópias do kit, cortei e escondi em lugares fáceis como dentro do closet, embaixo da mesa, no meio de revistas, na caixinha com bichos de pelúcia, etc. Se você não quiser esconder, pode arrumar tudo em cima da mesa para as crianças resolverem. Nós achamos mais divertido esconder. Como vocês podem ver, a decoração foi bem simples.

Os materiais para montar Color Crisis são coisas simples como: copos descartáveis, tinta, lápis de cor, giz de cera, balões, pincéis e massinha de modelar. Coisas que geralmente temos em casa né? O único item da lista que tive que comprar foi massinha de modelar pois minhas filhas já não brincam mais com isso.

Para facilitar, os quebra-cabeças e os materiais correspondentes têm o mesmo símbolo. Então a criançada sabe o que vai com o que. As etiquetas fazem parte do kit.

Escape room

Ao contrário de uma escape room de adultos, essa tem instruções claras do que é preciso fazer, como por exemplo separe por cores, conte quantas peças de cada cor e use a fórmula para calcular a resposta. Ou seja, era só colocar o número de itens cada cor na fórmula e teria o resultado. Depois de resolver tudo, o time tem 1 número para cada símbolo e esses números são digitados num site com um roda de cores preta e branco. Se estiver tudo certo, a roda fica colorida, o que significa que as cores foram restauradas.

Confesso que fiquei com um pouco de medo que as crianças resolvessem tudo muito rápido mas não foi o caso. O primeiro grupo saiu em 45 minutos e o outro, 10 minutos depois. O nível de dificuldade foi perfeito para desafiar sem frustrar. As de 8 anos tiveram um pouco mais de dificuldade do que as mais velhas, acho que demorariam mais se fizessem sozinhas.

O jogo foi educativo e ao mesmo tempo muito divertido, principalmente na hora que elas estouraram os balões para encontrar as pistas que estavam dentro. Eu ainda enchi os balões de confete para fazer mais bagunça. Color Crisis incentiva o uso da matemática e ciências para resolver os problemas.

A festa DIY foi toda preparada por nós com muito carinho, inclusive a comida. A minha cunhada preparou o bolo e docinhos, a plaquinha de Happy Birthday foi feita por uma amiga, coloquei algumas frutas na mesa e pedi pizza. Mais descomplicado impossível. As meninas amaram a festa e foram embora pedindo para eu organizar outra escape room. 😉

Leia também:

Playgrounds e locais para fazer festas de aniversário na região de Toronto

Como são as festas de aniversário infantil no Canadá

Escape game no Black Creek Pioneer Village

Dragon’s Song, o novo jogo de escape room da Casa Loma

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Katiana disse:

    Que perfeito!!! Amei tudo! Vou aderir à ideia! Parabéns!

  2. Vinícius Santana disse:

    Muito bom o artigo… Quero fazer aqui em casa em Brasília…

Deixe um Comentário