Six Mile Lake Provincial Park e a região de Port Severn

Hoje vou mostrar para vocês o Six Mile Lake Provincial Park e a bela região ao redor. Esse foi o parque onde acampamos na semana passada, nossa segunda vez com o trailer.

O parque está localizado no norte de Toronto, numa região conhecida como Muskoka. Para vocês terem uma ideia da beleza do local, ele serviu de inspiração para o pintor canadense David Milne. Se você já esteve na Art Gallery of Ontario (AGO), certamente já viu uma de suas obras. Ele gostou tanto que se mudou para lá e em um dos seus diários escreveu: “se eu pudesse escolher o meu paraíso, escolheria aqui”. Depois de fazer esse passeio consigo entender perfeitamente a frase.

O parque é uma delícia, com vários espaços de camping bem na beira do lago. Nós ficamos em um bem pertinho da água e a nossa vista de manhã era essa aí.

Fiz a reserva online e consegui um local com tomada, o que facilitou demais nossa vida pois não tivemos que racionar para economizar a bateria, como no Bass Lake. Nada de perrengues dessa vez.

Para quem vai passar o dia, o Six Mile oferece trilhas, parquinho (que eu esqueci de tirar fotos), área para fazer picnic e o lago, que em minha opinião é a melhor atração do local. Eles alugam canoas, caiaques, pranchas de SUP e pedalinhos. Nós alugamos uma canoa por duas horas ($25) e foi super gostoso. As meninas tiveram um pouco de medo no começo mas depois foi só gargalhadas. O preço inclui o colete salva-vidas para todos os integrantes da canoa.

A fauna do local é rica e alguns dos moradores do Six Mile são: pássaros, esquilos, castores, alces, ursos pretos e cobras rattlesnake (um tipo de cascavel). Nós vimos pássaros, esquilos e uma cobra fora do parque.

O Six Mile conta com 3 praias de água bem tranquila mas não achei lá essas coisas para banho por causa do chão, que é meio lamacento e cheio de plantas. De qualquer forma, haviam algumas pessoas aproveitando.

Pertinho da primeira praia tem um pier, onde as pessoas podem colocar o barco ou jetski na água. No fim do dia o marido ia para lá pescar com as meninas.

E como se não bastasse toda a beleza durante o dia, fomos recompensados com esse céu à noite.

E enquanto apreciávamos o céu, as meninas descobriram outro passatempo. Apontar a lanterna para o lago para comprovar a evaporação e condensação, assuntos que ambas estudaram na escola esse ano. Tinha feito um dia quente e o lago estava mais quentinho (ou será menos gelado?), quando a noite caiu e esfriou começamos a ver um nevoeiro se formando na superfície da água. As meninas passaram um tempão apontando a lanterna de vários ângulos para ver o movimento da “nuvenzinha”.

Atrações que visitamos na região

Além de aproveitarmos o parque, fizemos um passeio pela região para conhecer a cidade de Port Severn, um cachoeira e até uma ferrovia naval. Te confundi com essa última? Então continue lendo para entender.

Port Severn é o ponto final no Trent-Severn Waterway, um canal tombado pelo patrimônio histórico canadense, que conecta o Lago Ontário, a partir da cidade de Trenton, com o Lago Huron. Ele se estende por 386km e possui 45 comportas no total! A elevação do Lago Ontário até o Huron é de quase 182 metros e as comportas vão compensando isso para que os barcos possam navegar.

No local podemos ver os barcos cruzando e há um pequeno escritório do Parks Canada. As meninas ficaram super interessadas, assistindo os funcionários abrindo e fechando as comportas. O mais interessante é que eles fazem tudo manualmente, girando uma série de manivelas.

Depois que os barcos passaram os funcionários vieram falar conosco e deram alguns livros do Parks Canada explicando sobre o canal e repleto de atividades para crianças. Um livro igual ao que ganhamos em Banff e Jasper, aliás todos os parques nacionais dão esses livros para crianças.

Atravessamos a ponte de carro e encontramos uma sorveteria barco, chamada IceBreaker. Bem ao lado tinha um restaurante, com estacionamento para barcos e pátio super animado. Na próxima vez vou comer por lá.

Seguimos para a Big Chute Marine Railway e fizemos uma parada na White’s Falls, uma cachoeira pequena mas bem forte. Descemos do carro para tirar algumas fotos e ainda vimos uma cobra nadando de um lado para o outro na correnteza, quando ela se aproximou da margem nós corremos para o carro.

A nossa última parada foi num local bem curioso, a comporta número 44 do canal. Mas nesse ponto do Trent-Severn Waterway ao invés de um canal convencional com comportas, há um enorme vagão e trilhos de trem, que carrega os barcos de um lago para o outro. Inicialmente foi construída como uma medida provisória mas depois foi substituída por uma ferrovia mais moderna, que continua em operação até hoje. É a única do tipo ainda em funcionamento aqui na América do Norte. O motivo da decisão em manter esse transporte foi evitar a migração do peixe vampiro para o Lago Huron.

A ferrovia antiga

A ferrovia atual

Foi bem interessante assistir o vagão descer num lago, pegar os barcos, cruzar a pista e descer 18m até o outro lago.

Nós fizemos esse passeio num fim de semana mas como o Six Mile Lake fica a 180km de Toronto daria para fazer em um dia também.

Endereços

  • Six Mile Lake: 2024 Joe King’s Road, Port Severn, ON
  • Ontario Parks Website: https://www.ontarioparks.com/park/sixmilelake
  • Lock 45 – Port Severn: 179-181 Port Severn Rd N, Severn, ON
  • Big Chute Marine Railway – 7000 Upper Big Chute Rd, Coldwater, ON
  • White’s Falls – Ela fica no caminho entre Port Severn e Big Chute. No Google coloque White’s Falls Dam.

Parkbus

Para quem não tem carro e quer visitar os parques provinciais, há um serviço chamado Parkbus. Esse ônibus pega as pessoas em Toronto e deixa nos parques. Ele possui passeios de 1 dia e também de fins de semana.

Na minha opinião achei que o tempo de viagem é super longo em comparação a ir de carro e o preço salgado pelo serviço ($79 no caso do Six Mile Lake). Se houver mais de uma pessoa compensa alugar um carro. De qualquer forma resolvi incluir no post a título de informação.


Foto do mapa: cortesia Parks Canada

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

Deixe um Comentário