O que fazer em Huntsville, Ontário

A primeira vez que fui em Huntsville foi em 2010 num fim de semana de dia das mães. De lá para cá a cidade cresceu um pouco mas em essência não mudou quase nada, continua um lugar super pitoresco para visitar e cheio de paisagens belíssimas ao redor.

Ela está a apenas 232km ao norte de Toronto, na região de Muskoka. Dá para fazer num bate-volta a partir de Toronto, se sairmos cedinho. Nós já fizemos, mas sinceramente acho que vale muito a pena separar um fim de semana para aproveitar com calma esse lugar tão lindo. Desta vez nós fomos numa sexta à noite e voltamos no domingo a tarde. E nesse post vou contar para vocês tudo que deu para fazer.

Claro que não deu para fazer nada na sexta, mas assim que acordamos, no sábado, seguimos para o Algonquin Park, o parque mais antigo da província.

Algonquin Park

Huntsville fica a 30 minutos da portaria oeste do Algonquin Park. A intenção era apenas dirigir e parar em alguns pontos estratégicos para tirar fotos. Durante o outono eles cobram $20 por carro nos fins de semana mas se você pode usar um passe de outro parque provincial da região se ainda estiver válido. Nós já tínhamos pago no Arrowhead então não precisamos pagar novamente.

Apesar da proximidade com Huntsville, as árvores do Algonquin me pareceram mais coloridas. Elas já atingiram o seu pico e algumas árvores já começaram a perder as folhas. Talvez por isso não estava super cheio, como é normal nessa época.

Na entrada do Algonquin eles fornecem um mapa com informações sobre pontos de interesse e trilhas. Um ponto negativo para mim foi o fato deles terem fechado uma das trilhas mais populares nos fins de semana, a Hardwood Lookout. Ela é super fácil e oferece uma vista bonita do lago, de uma parte mais alta. É ideal para fazer com crianças ou para quem não tem o costume de andar muito. Todas as outras trilhas são mais longas e não dava para fazer com nossas filhas na idade que elas estão agora. Mesmo assim valeu pela beleza de tudo que vimos.

Para quem pensa em passar o dia, sugiro levar lanches pois não há muitos lugares dentro do parque para comprar e as coisas são distantes umas das outras.

Centro de Huntsville

Voltamos para Huntsville no fim da tarde e ficamos relaxando no centro da cidade. Adoro a tranquilidade do interior e as lojinhas cheias de coisinhas diferentes.

A principal rua do centro é a Main St, sendo que a parte entre a West St e a ponte é a mais movimentada turisticamente falando. É nesse trecho que estão as lojinhas tradicionais, vários restaurantes e também o Algonquin Theatre. A partir da Main St. é possível acessar o River Mill Park e uma pequena marina com um calçadão de madeira. Lá atrás tem uma pracinha onde acontecem eventos durante o verão, playground para as crianças e estacionamento gratuito para os carros (coisa difícil hoje em dia).

Onde comer

Há vários tipos de restaurantes e lanchonetes tipo fast-food em Huntsville. Como estávamos cansados do outro passeio, jantamos cedo no restaurante The Mill on Main. O lugar é super simpático e tem um estilo pub com ambiente bem descontraído. Na parte de trás tem até um pátio com vista para a marina. Eles possuem menu adulto e infantil, o que facilita muito a nossa vida.

Lions Lookout

Antes de voltamos para a nossa casa ambulante fomos num mirante que é pertinho do centro, o Lions Lookout. A vista lá de cima é incrível! Nós subimos de carro mas quem tiver animado pode ir caminhando (1,3Km). Tentei achar um endereço mas não tem. Mas se procurarmos no Google Lions Lookout ele te dá o caminho certinho.

O mirante é virado para a cidade e não tem muita coisa além de árvores que já estavam começando a mudar de cor. A vista é essa foto aí de cima. Porém quando caminhamos para o outro lado, ficamos de queixo caído olhando para o lago!

Arrowhead Park

Essa é a segunda vez que visitamos o Arrowhead no outono. Escrevi um post bem completo sobre ele, com muitas fotos e explicando sobre as trilhas. Você pode ler aqui.

Como já tínhamos visitado a cidade e o Algonquin no dia anterior, o último dia ficou reservado para aproveitar o parque. Ele tem uma variedade de trilhas que podem ser feitas a pé ou de bicicleta e assim como qualquer parque provincial, tem canoas e bicicletas para alugar. Ele também funciona no inverno e transforma parte de suas trilhas numa enorme pista de patinação ao ar livre. Nós caminhamos ao redor do nosso camping, na beira do lago e fizemos novamente a trilha para ver a cachoeira pois as meninas já não lembravam mais como era. E nessas caminhadas vimos uma raposa vermelha, coelhos e muitos esquilos daqueles que parecem o Tico e Teco.

Vimos também o Big Bend Lookout, que não deu tempo de ver da outra vez. Ele pode ser acessado a menos de 100 metros do estacionamento.

As árvores estavam apenas começando a mudar de cor, e não estavam tão amarelas como da outra vez. Acredito que na semana do Thanksgiving ele estará perfeito para fazer aquelas fotos clássicas de outono. Para acompanhar e saber a porcentagem de árvores que já mudaram de cor leia esse post.

Onde ficar

De outras vezes nós já nos hospedamos no Best Western Muskoka, que oferece café da manhã gratuito, e foi tudo ótimo. Agora fomos mais aventureiros e ficamos no nosso trailer dentro do Arrowhead Provincial Park. Veja a disponibilidade do camping nos parques provinciais aqui.

Para quem não curte camping, tem várias opções de hospedagem mais aconchegantes em Huntsville, inclusive pequenos resorts. Dá uma olhadinha no Booking.com.

Antes de ir não esqueça de checar a previsão do tempo para não ser pego de supresa. Lá geralmente é mais frio que em Toronto. Eu recomendo o app The Weather Network.

 


O Baianos no Polo Norte é parceiro do Booking.com, reservando com eles você tem a garantia de menor preço, cancelamento gratuito e ainda nos ajuda a continuar criando conteúdo.

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida no Canadá

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. ginapsi disse:

    A paisagem é linda em qualquer época!

Deixe um Comentário