Bon Echo, um passeio com direito a montanha e pinturas primitivas

Quem foi que disse que em Ontário não temos montanhas? Tá certo que elas não são altas como no oeste canadense mas tá valendo. A foto abaixo mostra a Mazinaw Rock, com 100 metros de altura e 1,5km de comprimento, localizada no Bon Echo Provincial Park.

Bon Echo

Eu estava louca para visitar esse parque já faz um tempão e ele entrou para a lista dos mais lindos que já fui em Ontário até o momento. E, além da pequena montanha, ele possui outra característica especial, o Bon Echo abriga mais de 260 pinturas antigas feitas pelos povos Ojibwa. É a maior concentração de pinturas desse tipo na região sul do Canadian Shield. Essas pinturas ficam na Mazinaw Rock, aproximadamente 1 metro acima do nível da água e só podem ser vistas se fizermos o tour de barco ou alugarmos uma canoa. O local é tombado pelo patrimônio histórico canadense.

Réplica de uma das pinturas no museu do parque

Durante a nossa estadia de 3 dias, conseguimos explorar algumas das atividades disponíveis no Bon Echo e também fazer passeios pela região. No primeiro dia, como estava chovendo optamos por visitar às cavernas Bonnechere. No segundo dia o sol saiu e pudemos aproveitar bem o parque e suas belezas naturais.

Visitamos também o museu, a lojinha de presentes e até o anfiteatro, onde acontecem apresentações nas noites de verão. Tudo isso é gratuito e está incluso no preço do ingresso para o parque. O museu é pequeno mas explica um pouco sobre a fauna, flora, relevo e história da região, não deixe de ir.

Nesse dia fizemos a trilha até o topo da Mazinaw Rock, que considero imperdível. Uma dica muito importante é que há um barco que faz a travessia para a outra margem e ele tem horários limitados e não funciona em feriados. Então assim que chegar no parque corra para a loja de presentes e compre seus bilhetes. O mesmo vale para o tour que leva até as pinturas. Nós não sabíamos que eles vendiam antecipadamente e quando chegamos conseguimos apenas o bilhete para atravessar. O preço para 2 adultos e 2 crianças foi $20. Quem tiver ou quiser alugar uma canoa pode ir remando.

Olha o pessoal escalando a pedra

A trilha, apesar de irregular, não é difícil mas é uma subida que requer fôlego e disposição. Em alguns pontos há escadas para ajudar (ou atrapalhar). Assim como nós, haviam várias famílias com crianças e todo mundo foi sem problemas. Só não esqueça de levar o repelente porque os mosquitos atacam para valer lá em cima. Nem preciso dizer que a vista foi de tirar o fôlego, né? Demoramos em média 1 hora para ir e voltar.

Na volta tentamos alugar uma canoa mas o lugar estava fechado. Na época o serviço era feito por concessão e o contrato com a prestadora do serviço havia vencido. Atualmente há aluguel de canoas dentro do parque, porém devido a pandemia é preciso levar seu colete salva-vidas para poder alugar, já que não estão emprestando.

Outra opção é alugar na Bon Echo Outfitters, loja que fica do lado de fora do parque. Você faz a reserva online e eles te entregam a canoa no parque..

No fim do dia ficamos sentados na beira do lago assistindo o pôr do sol e testando a acústica do local. Como vocês podem imaginar, o parque ganhou o nome de Bon Echo por causa da boa acústica e as minhas filhas ficaram o tempo todo falando alto só para ouvir o eco na beira do rio (quem nunca).

Adoramos o Bon Echo, é um lugar incrível! Tem sido uma experiência super gratificante acampar e ver as minhas filhas soltas, em contato com a natureza, sem pedir nenhum eletrônico para passar o tempo.

Outras opções de hospedagem dentro do parque, além dos locais para colocar as barracas são cabanas e yurts. Elas podem ser alugadas no site do Ontario Parks. Para quem quiser “glamour”, há 2 motéis bem simples na cidade de Cloyne, pertinho do Bon Echo.

Como chegar no Bon Echo

Website: www.ontarioparks.com/park/bonecho

Endereço: 16151 Hwy. 41 – Cloyne, ON

Livi

Baiana expatriada em Toronto. Adora escrever sobre suas viagens em família e experiência de vida em Toronto

Você pode gostar...

Deixe um Comentário