Top 5 destinos na nossa bucketlist de família

Eu vi essa blogagem coletiva dos top 5 destinos da nossa bucketlist de família na comunidade Viagens em Família, foi idéia do pessoal do blog Quatro Cantos do Mundo. Achei legal mais fui empurrando com a barriga e só agora resolvi publicar o post.

Como as minhas filhas ainda são pequenas (3 e 5) e não sabem dizer exatamente onde gostariam de ir, mostrei várias revistas de Turismo e pedi que apontassem onde gostariam de visitar. Foi bem interessante ver que os gostos são bem parecidos com o nosso. Apontaram lugares montanhosos (como as rochosas no Colorado), parques, anúncios de viagem de motorhome, castelos e algumas cidades européis.

Foi super difícil escolher só 5 lugares, nossa vontade mesmo é conhecer o mundo todo! Então coloquei na lista os destinos mais realistas, aqueles com maior probabilidade de sair do papel.

Oeste Canadense

A viagem para o oeste canadense está no topo da nossa lista. Eu fico simplesmente louca quando vejo as montanhas e lagos da província de Alberta, no Canadá. O nosso plano é alugar um motorhome e dirigir pelas rochosas canadenses. A idéia é morar dentro dos parques por 1 ou 2 semanas. Sairemos de Calgary, passaremos por Banff, Jasper e seguiremos viagem até Vancouver. No blog da Gabriela, Gaby no Canadá, tem um roteiro detalhado com dicas sobre o oeste canadense.

image

(more…)

Niagara-on-the-Lake, a cidade mais charmosa de Ontário

P1020253No último mês a minha mãe e tio estavam aqui e aproveitamos para passear bastante. Depois de visitar Niagara Falls fomos de carro beirando o rio até chegar na cidadezinha que fica no encontro do rio com o lago, a pitoresca Niagara-on-the-Lake. Sabe aquele lugar que você se sente como se tivesse voltado ao passado? Não é a toa que a cidade carrega o título de a mais charmosa de Ontário e, tenho certeza que todos que a visitarem não vão discordar.

Fundada em 1781, a cidade já mudou de nome 3 vezes e foi a primeira capital da província. Durante esse período uma das decisões mais importantes na história do Canadá aconteceu lá, a abolição da escravatura no país. Durante a Guerra Anglo-Americana de 1812, a pequena Niagara foi tomada e destruída pelos americanos. A cidade foi reconstruída entre os anos de 1814 e 1830 e muitas dessas construções ainda estão de pé até hoje.

(more…)

Ciência em casa: Como fazer geleca

Quando chega as férias é difícil manter a criançada ocupada o tempo inteiro. Aqui sempre programamos passeios e atividades do lado de fora mas, vamos ser sinceros, nem sempre é possível sair porque uma hora a gente tem que ficar em casa né? Então convidei a minha amiga cientista para nos dar umas idéias de experiências fáceis de fazer em casa e que divertem a criançada (e muitas vezes os adultos). A de hoje será como fazer geleca. Vou publicar um post toda segunda feira durante o resto verão, sempre usando ingredientes que já tenho em casa ou que são fáceis de achar. Com a palavra Livi Soulouca.

Ingredientes

_NIK0705 (more…)

Um Templo Budista em Niagara Falls

P1020239Um dos passeios obrigatórios de quem vem em Toronto é ir em Niagara Falls para ver as cataratas, já perdi a conta de quantas vezes estivemos lá. Dessa vez fomos um pouco além do básico e dirigimos pela costa do rio até onde ele se encontra com o lago em Niagara-on-the-Lake. A última vez que fiz isso foi mais de 10 anos atrás! No caminho vimos diversas atrações, que eu contarei num post separado, mas uma delas nos impressionou bastante. Um templo budista separado da muvuca por apenas 5 quilômetros. Certamente uma visão bastante inusitada. (more…)

Um pouco da França e Holanda no sul de Ontário

Uma coisa muito legal sobre o Canadá é a sua diversidade cultural. Semana passada visitamos dois lugares lindos no sul de Ontário, que nos transportaram diretamente para a França e a Holanda.

Bonnieheath Lavender Farm

_NIK0653Em Ontário existem várias pequenas fazendas de lavanda e a Bonnieheath é uma delas. Localizada a apenas 138km de Toronto, a fazenda é um passeio para os cinco sentidos. Por 60 anos produziram tabaco mas desde 2008 o perfume das lavandas tomou conta do lugar. Escolhemos o fim de semana do LavenderFest pois eles programaram várias atividades para os visitantes.

Teve música!

_NIK0660

(more…)

Bruce Peninsula: hiking e paisagens deslumbrantes

Tobermory é uma pequena vila que fica a 300km noroeste de Toronto. É ponto de partida para quem quer explorar os encantos da região de Bruce Peninsula e Manitoulin Island. Por causa dos parques nacionais, florestas e água cristalina é um destino popular para quem gosta de acampar, pescar, mergulhar e fazer hiking.

image

A nossa viagem de carro até lá durou 4 horas, contando as paradinhas no caminho. Como saímos bem cedo, chegamos lá na hora do almoço e ainda deu para aproveitar o resto do dia.

Lion’s Head

É uma pequena cidade no caminho para Tobermory. Tem um farol, marina, praia tranquila, trilhas para o mirante no alto da montanha e plataforma com telescópios para observar as estrelas.

P1020657 P1020660

Flowerpot Island

Nosso primeiro passeio foi para uma ilha de 2 quilômetros quadrados, parte do Fathom Five National Marine Park, no lago Huron. O parque marinho abriga 21 ilhas e 22 navios naufragados, no caminho para a Flowerpot Island dá para ver dois deles, os outros só mergulhando. Duas formações rochosas em formato de vasos de planta dão nome ao lugar.

_NIK0288

Em Tobermory há duas empresas que oferecem o passeio de barco para lá, a Bruce Anchor e a Blue Heron. Você pode escolher com ou sem os navios naufragados, ao redor da ilha e descer lá ou não. Minha dica é fazer tudo e no barco mais alto, que é da empresa Blue  Heron. Nós fomos num jetboat porque era o único disponível e como o barco é baixo não deu para ver direito os barcos naufragados. (more…)

5 Mitos sobre o bilinguismo

imageO dilema de criar, ou não, filhos bilíngues chega para todos os pais que vivem no exterior. E infelizmente muitos tomam a decisão de não ensinar seus filhos sua língua nativa baseados em mitos ou por falta de informação. Claro que a decisão cabe a cada um mas o importante mesmo é que seja baseada em fatos e não mitos. A desinformação também atrapalha na escolha de um método para ensinar e manter um criança bilíngue.

Mito 1: Crianças bilíngues tem atraso no desenvolvimento da fala

É normal uma criança bilíngue demorar um pouco mais para falar do que uma criança monolíngue, mas o atraso é temporário e geralmente de pouco meses. Geralmente aos cinco anos a criança já tem vocabulário nos dois idiomas equivalente as outras que falam apenas um. A longo prazo os benefícios de ser bilíngue superam qualquer desvantagem inicial, por exemplo, várias pesquisas comprovam que crianças bilíngues tem mais habilidade cognitiva e, segundo o Jornal New York Times, são mais inteligentes que as monolíngues.

Mito 2: Bilinguismo causa confusão

Muita gente acha que aprender dois, ou mais, idiomas ao mesmo tempo confunde as crianças, que acabam misturando tudo e não aprendendo nada. Essa mistura é comum quando aprendemos outra língua (até nós adultos fazemos isso não é mesmo?) e não é indicação de que a criança não sabe a diferença entre os idiomas. A mistura ocorre porque o vocabulário dela ainda não está completo e ela precisa usar palavras dos dois idiomas para conseguir se expressar. Ou quer usar uma palavra que ela não acha no outro idioma, por exemplo, a palavra “saudade” não tem equivalente em inglês, dizemos apenas “I miss you” (sinto sua falta). Outro fator que contribui para a mistura é o exemplo dos pais, se nós misturamos em casa, os filhos também vão misturar. (more…)

1 2 3 38